quarta-feira, 16 de junho de 2010

Um dia de governo Nagilson!

O Contraponto & Reflexão foi o primeiro a divulgar o rebuliço feito pelo prefeito em exercício Nagilson Amoury (PRB). Além das exonerações no exercicio do cargo Nagilson se vingou do secretário de obras.


Ainda sobre o mandato do Nagilson leia aqui

5 comentários:

Anônimo disse...

Os dois secretarios demitidos pelo vice ocupa hoje o papel que o mesmo almejava, o de orientador mor do prefeito.
Na verdade, pela falta de conhecimento e de condições do maurino de governar maraba, nagilson achava que seria a voz maior da cidade.
so que com a chegada dos tocantinenses e a permanência da cobra criada lucidio, o vice perdeu espaço na estrutura de governo.
N verdade nos continuamos sendo governado por pessoas que não foram votadas. Pois o eleito não tem condição de governar uma cidade do porte de maraba.

Anônimo disse...

foi so uma amostra do causss que é esse governo do maurino magalhães.
Um prefeito que não sabe administrar,e uma equipe que so quer roubar.

Anônimo disse...

Parabens Nagilson,

Agora sim parece que marabá tem homem de coragem e que tem as redeas nas maos.

Estamos de alma lavada nem que seja por um dia mas a autoridade maior mostrou a quem deve ter respeito os seus subordinados.

Anônimo disse...

Como o Maurino costuma dizer:-Isto nunca aconteceu em Marabá!
Assim como nunca aconteceu de ter uma greve com quase 100% das escolas e postos de saúde parados e o prefeito fingir que não acontece nada e ainda dar entrevista dizendo que é a só um movimento de oposição. Acorda ! Maurino! Tá quase tudo parado. Tome providência homem!Ou senta pra conversar ou desocupa a cadeira pra quem tem coragem de resolver as coisas.

Anônimo disse...

No governo Maurino as coisas mudaram para pior o prefeito nomeou uma cambada de gente que não tem competência administrativa e deixa Marabá perder recursos segundo o próprio vice prefeito e ainda importou um do Tocantins um indivíduo incompetente para ser secretário de planejamento. Planejamento? O cara provou que não tem competência . Em época de crise onde todos as prefeituras foram cautelosas com gastos e aumento destes , o secretário de desplanejamento autorizou criação de novas secretarias , novos cargos , aumentos exorbitantes para a turma da panelinha e agora ele mesmo insinua que a prefeitura está falida e não dá para aumentar o salário dos servidores.