segunda-feira, 28 de junho de 2010

A nova Dama do latifúndio!

Dilma ataca sem-terras novamente, enquanto movimentos organizam campanha pelo limite de grandes propriedades




A candidata à Presidência da República do PT, Dilma Roussef, voltou a dar declarações atacando os movimentos sociais que lutam pela reforma agrária no país. Após tomar conhecimento, o pré-candidato do PSOL, Plínio de Arruda Sampaio afirmou que “a declaração mostra a insensibilidade social de uma tecnocrata. Custa crer que os companheiros do PT aceitem isso. Que dizer dos companheiros do MST”.

Dilma afirmou que “ninguém que governe um País, um Estado ou um município pode ser complacente com a ilegalidade. Invasão de terras, de centro de pesquisa, de prédios públicos é ilegalidade. E ilegalidade não é permitida” em entrevista à Rádio Educadora Jovem Pan, de Uberlândia (MG), segundo reportagem do Estadão.com.

A frase foi dita justamente quando movimentos sociais e entidades de todo o país organizam a “Campanha pelo Limite da Propriedade da Terra: em defesa da reforma agrária e da soberania territorial e alimentar” que pedirá a inclusão na Constituição Federal de um novo inciso que limite às propriedades rurais em 35 módulos fiscais.
Mais informações sobre a campanha podem ser obtidas no site: http://www.limitedaterra.org.br/.

Um comentário:

Bonett disse...

Mais eles ainda votam nela!!