sábado, 26 de junho de 2010

Guiness Book

Quem acaba de entrar par ao livro dos recordes, é o prefeito MAUrino Magalhães de Lima (PR).


Ele disse que que seu vice Nagilson já assumiu 33 vezes, afirmando que nunca um vice assumiu tanto a prefeitura na História de Marabá em um ano e meio. Esqueceu de dizer que nunca um prefeito de Marabá em 97 anos de história levou tantas vaias como ele. E com um agravante, na frente do presidente!!

Este fato diga-se de passagem merece "registro" no Guiness Book!

UUUUUUUUUUUUUUUU.......................................................

3 comentários:

Anônimo disse...

Acrescenta ai!
Nunca um prefeito mentiu tanto.
Nunca um prefeito fingiu que não tem greve dos servidores municipais.
Nunca um prefeito fez tanta besteira em tão pouco tempo.

Mural de Marabá disse...

Ribamar, vou ser repetitivo mais uma vez: é muito difícil se mudar uma cultura.

Faltando perto de oito meses para o fim desse governo, passaremos a ver máquinas e serviços nas ruas. Lembra do governo anterior na tentativa de eleger a seu indicado? A cidade virou um canteiro de obras, dava gosto ver. No fechamento das urnas e com o resultado adverso, todas as obras foram deixadas de lado, passamos a ver com tristeza o estrago que ficara: material abandonado, equipamentos, serviços inacabados... nosso dinheiro jogado fora.

Essas vaias de agora e outras que virão se transformarão em elogios, aplausos e votos, quando todos virem a cidade novamente se transformando em um canteiro de obras. Os políticos sabem muito bem como explorar os anseios, as aspirações e as carências do eleitorado. Sem contar com outro ponto a favor deles: o esquecimento por parte do eleitorado.

Creio que todos ainda se lembram das enormes passeatas em defesa do mandato de um certo prefeito, em que o grito de ordem era: "Respeitem meu voto!". Depois que o "povo" conseguiu manter no poder a seu "escolhido", alguns meses depois ouvia-se pelos cantos da cidade os comentários decepcionados, acompanhados dos mais diversos xingamentos. E assim foi o restante de seu mandato.

Olha que hilário: aquele mesmo povo que antes pedia respeito por seu voto, passou a se maldizer do dia em que se deixou levar pelas emoções e saiu às ruas para protestar contra aquela injustiça, que havia sido a cassação de seu líder.

Infelizmente a população, de um modo geral, esquece tudo muito rápido. Sem contar que outros esquecem convenientemente e até deixam de jogar pedras, como estamos vendo. Não me refiro a você.

A meu ver, ao invés de se escrever críticas pejorativas e depreciativas, devia-se trabalhar a conscientização dos leitores e dos ouvintes, e que essa conscientização seja apartidária e apolítica para que ela seja simpática aos olhos de todos, e assim ela seja aceita e multiplicada entre o restante da população que não tem acesso a internet e pouco sabe ler ou tem interesse ou paciência para fazê-lo: os ouvidos e olhos de pessoas assim captam as coisas mais fácil do que elas ficarem tentando decifrar frases escritas com palavras de dicionário.

O problema é que tá raro encontrar pessoas que tem conhecimento querendo compartilhar a esse conhecimento sem querer tirar vantagem sobre os menos esclarecidos. Aí vai dar na mesma situação de agora, onde se muda apenas as coleiras, mas os cachorros continuam sendo os mesmos.

Anônimo disse...

As vaias do maurino lavaram a alma de muita gente, que ta sofrendo as mazelas de um governo fraco, sem comando, sem projeto,que ta deixando a cidade abandonada.
sem muita analise, sem muito blablabla...vamos continuar vaiando!!!!!!!