domingo, 9 de maio de 2010

Para todas as mães

Um comentário:

Anônimo disse...

Olá!
Obrigada pela homenagem.
As rosas vermelhas me fizeram lembrar de uma outra, que mesmo desidratada, guardada dentro de um livro de gramática, está viva e vermelha na memoria saudosa de quem a recebeu.
abraços,