segunda-feira, 31 de maio de 2010

Casa de noca!

Inúteis, caros e insaciáveis                                                    Quaradouro



O Tribunal de Contas dos Municípios declarou inválido, portanto sem eficácia, artigo de resolução da Câmara Municipal de Marabá, que fixou o valor de subsídios dos vereadores, e cujo artigo 2º previa “o pagamento de indenização por sessão extraordinária”. O presidente foi advertido que “os pagamentos que vierem a ser feitos serão impugnados por ocasião do julgamento da prestação de contas, ensejando a devolução dos valores recebidos indevidamente, atualizados monetariamente e acrescidos de juros de mora”.

Os vereadores marabaenses trabalham, digamos assim, duas vezes por semana ganhando uma pequena fortuna; têm carro Polo de graça, que consome mais de R$ 800 mil por ano só de aluguel; mais verba para isso e para aquilo, e o presidente da Casa ainda queria embutir mais essa “boquinha” na teta pública.

Outra Resolução igualmente graciosa e indeferida é a que a Câmara inventou certa “Verba de Pronto Atendimento” no valor de R$ 3.000,00, supostamente para pequenas despesas dos nossos valiosos (e bota valiosos nisso!)parlamentares
 
--------------------------------
 
Isso sem se falar na frota de carros que a "casa" alugou para seus membros.

Nenhum comentário: