sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Na cadeia!

O confinamento, porém, pode ser curto. No Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Marco Aurélio Mello é o relator de um pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do governador. Os advogados sustentam haver uma campanha contra Arruda. O STJ tem outra interpretação. O pedido de prisão, feito pela Procuradoria-Geral da República, foi acolhido pelo ministro Fernando Gonçalves, relator do inquérito, que taxou de “organização criminosa” o grupo de Arruda. A decisão do ministro foi submetida ontem à Corte Especial do STJ. Zero Hora

----------------------------
José Nery comemora prisão do governador do DF, José Roberto Arruda












O líder do PSOL, senador José Nery (PA), comemorou nesta quinta-feira (11) a decisão do ministro Fernando Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), de acatar pedido do Ministério Público Federal (MPF) e decretar a prisão preventiva do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, e de outros envolvidos na tentativa de suborno do jornalista Edson dos Santos, o Sombra. O STJ referendou, por 12 votos a 2, a decisão do ministro.



- Não sei se Arruda e seus cúmplices ficarão na prisão uns dias, uma semana, um mês. Como foi com Daniel Dantas, preso por decisão soberana do juiz Fausto de Sanctis, durante a Operação Satiagraha, da Polícia Federal e, em menos de 48h, libertado duas vezes pelo STF. Que não ocorra isso com Arruda e seus cúmplices - sugeriu.



O Senador José Nery registrou a indignação que encontrou em trabalhadores rurais e pescadores no interior do Pará, que indagaram a respeito do escândalo de corrupção ocorrido no governo do Distrito Federal e perguntaram se prevaleceria a impunidade. O senador recordou que Arruda já havia participado do escândalo de violação do painel eletrônico do Senado, por ocasião da votação da cassação do então senador Luiz Estevão (PMDB-DF), em 2001. Em 2006, disse, Arruda pediu desculpas à população do DF e pediu votos. Segundo Nery, eleito governador, não teria honrado o voto de confiança que a sociedade brasiliense deu a ele. Fonte Mandato do Nery

Nenhum comentário: