quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

José Nery protesta contra demissões em São Domingos do Araguaia






O senador José Nery anuncia, em carta aberta, solidariedade à população de São Domingos do Araguaia, no sudeste paraense, a respeito da demissão de 272 servidores concursados nas áreas da educação e saúde. Eles foram cortados do quadro da Prefeitura Municipal que alega ter tomado a decisão pelo “equilíbrio das contas públicas”. Segundo o Sindicato dos Professores em Educação Pública no Pará (Sintepp) os funcionários serão substituídos por temporários.

Na visão de Nery, trata-se de um escândalo que precisa ser revisto. “É uma agressão violenta à moralidade pública e um atentado contra os mais fundamentais princípios que devem reger uma boa administração municipal. Que responsabilidade fiscal é essa que sacrifica os serviços básicos de educação e saúde?”, questiona.

Segundo o parlamentar, o ato praticado pelo prefeito Jaime Modesto carrega profunda e moral irresponsabilidade social que “somente será derrotada através da mobilização dos trabalhadores, estudantes e demais setores populares de São Domingos do Araguaia”, completa.

Nery afirma que levará o tema à tribuna do Senado Federal para denunciar o que considera um descalabro administrativo que está ocorrendo no município. “Mão pouparei esforços na luta para que os demais poderes públicos possam agir imediatamente a fim de resolver esta grave crise social”.

Ele finaliza a carta parabenizando a subsede do Sintepp em São Domingos do Araguaia. De acordo com Nery, a entidade desempenha “um extraordinário papel de incentivar a necessária e indispensável resistência popular contra esses desmandos”.

Assessoria de Imprensa do senador José Nery com informações do escritório do mandato em Belém
Foto: Agência Senado

Nenhum comentário: