quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Poema da terra

                      









                                 


Chegar ao mundo


Uma mulher voa
Milhares se ecoam no vinho e no pão
Abrindo o ventre
Nas terras plantadas
Menos cercadas...(1)

E tu caminhando chega
Serena e desobediente
Com o suor de tuas luzes
Chega nas sementes

No caule da vida!
Uma criança brinca

São canteiros e covas de trigo
Todas juntas

Nas escolas levantadas de alegria...
Sem ser prisão

E tu caminhando chega
Antes do mal
Viva e sem igual
Chega hoje flor matinal!



Uma bandeira inflamada
Feminina dentro do vermelho
Nua pelo vento
Juventude pelo amor
Nas mãos carregadas...

Sem ser ilusão industrial
E tu caminhando chega
Para ser filha
Chega ao mundo
No tempo da insurreição!   ( Charles Trocate)

3 comentários:

Evandro Cracel disse...

Para EVandro Cracel:
o único que não é bandido aqui é você, né?
você não é diferente dos outros, talvez seja até pior. o ladrão do ladrão (mas isso não te dá cem anos de perdão)
suas justificativas são absurdas.
cara, você tá ferrado. vai precisar conhecer muito de informática para se segurar na rede. já tem pelo menos uma meia dúzia de pessoas afim de ver a sua caveira. você tá mais sujo que o puleiro desse seu papagaio idiota. aliás tem tudo a ver esses bichos com você: papagaio que repete tudo e gato que afana tudo.
queria ver se você é mesmo homem para deixar esse comentário publicado. no fundo você tem medo que seus visitantes saibam que tipo você é.
já foi fuzileiro, agora vai ser fuzilado kkkkkk....

www.ribamarribeirojunior.blogspot.com disse...

SOBRE A AMEAÇA O CASO FOI LEVAO A POLICIA FEDERAL AFIM DE QUE IDENTIFIQUE O IP DO COMPUTADOR E CONSEQUENTEMENTE O INDIVIDUO QUE A FEZ.

F. A disse...

Tenho informaçoes de que o pessoal já detectou, te falo mais tarde por telefone.

F. Andrade