quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Alça Viária para Marabá


Como condição para construção da Siderúrgica ALPA e a Fase 3 do DIM - Distrito Industrial de Marabá, uma Alça Viária (parece coisa do tucanato) será construída. Essa garantia foi dada ontem (09) pelo ministro dos Transportes em audiência com a governadora valista.

A Alça Viária ligará o DIM (Fase 1 e 2) á BR 230 (sentido Itupiranga). Sendo necessária para que Marabá e região tenham uma rota alternativa a zona urbana.

-------------------------------------------

CONTRAPONTO

O trecho da rodovia transamazônica entre o km 14 e o entrocamanto de itupiranga espera pelo asfalto há vários anos. No entanto, para satisfazer os interesses da Vale o governo consegue com rapidez resolver situações que envolva a mineradora.

Sem falar que parte do desvio da BR 230 e da Alça Viária, deve fazer um estrago nas instalações da FATA - Fundação dos Trabalhadores do Araguaia Tocantins, que mantém naquela área uma grande escola agricola, denominda de EFA- Escola Familia Agricola, que atende filhos dos agricultores dos assentamentos da região.

2 comentários:

Anônimo disse...

ATÉ AGORA AIND ANAO VI NENHUMA MANISFESTAÇÃO DO POVO DA FETAGRI COM RELAÇÃO A ESSA ESTRADA NA STERRAS DA FATA.
VC TEM ALGUMA INFORMAÇÃO SOBRE ISSO?

Anônimo disse...

Caro Ribamar,é de grande valia seu comentário.

O fato é que a resposta já foi dada, tanto que a Escola Família Agrícola de Marabá já tem data exata pra fechar suas portas (fim do ano letivo de 2010). Pena que todo o processo de luta para a constituição da escola, enquanto espaço que atende um público (filhos/as de agricultores familiares), que historicamente teve pouco ou nenhum acesso a escolarização, tenha sido em vão!