quinta-feira, 29 de outubro de 2009

CPI da Vale é pra valer!!

Foi iniciada a coleta de assinatura na Câmara Federal para a abertura do CPI da Vale. A idéia é do deputado Brizola Neto, herdeiro político do ex-governador dos Estados do Rio Grande do sul e do Rio de Janeiro.

A luta do deputado para conseguir as 171 assinatura está sendo árdua. Ele espera contar com assinatura do deputado Ronaldo Caiado (DEM) e outrso amiguinhos da Kátia Abreu (DEM).
O requerimento formal de uma CPI para investigar a Vale do Rio Doce, teve inicio no ultimo dia 20 de outubro. No pedido o deputado evitou questões ideológicas ou a própria obscura privatização da Vale, feita em 1997, em discussão.

No entanto fixou no direito - e dever - legal do Estado de fiscalizar as operações de uma empresa concessionária de propriedade pública, como são os minérios, na obrigatoriedade de autorização governamental para que fundos de pensão participem da formação de grupos controladores de empresas e na necessidade de se esclarecer para que, quanto e se foi gasto (e em que) a montanha de dinheiro que o BNDES concedeu em créditos para investimentos da Vale, cujo direcionamento o Presidente da República, com toda a razão, questionou de público.
Veja aqui a Justificativa do Requerimento
-----------------------------
Pra onde onde está indo o dinheiro público colocado à disposição da Vale?
E o PT vai assinar nessa CPI?

Agricultura Familiar: PF age novamente contra corrupção

Polícia Federal descobre esquema que desviou R$ 30 mi do Pronaf
Fraude ocorria em Itupiranga


A Polícia Federal prendeu, no Pará, duas pessoas suspeitas de participação num esquema criado para desviar recursos do Pronaf, o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, do governo federal. O empresário José de Abreu e seu irmão são acusados de falsificar documentos para conseguir liberar mais de R$ 30 milhões em recursos.
O esquema era da seguinte forma: se arregimentavam trabalhadores, pediam para essas pessoas as cópias dos documentos, forjavam as assinaturas e, com a conivência dos funcionários das instituições financeiras, eles conseguiam liberar os recursos. Eles davam uma quantia irrisória para o laranja, inocente na maioria das vezes, e se apropriavam do restante dos valores”, explicou Antônio Cunha, delegado da Polícia Federal.
Foram apreendidas motos, caminhonetes e documentos falsificados de trabalhadores rurais nas casas dos envolvidos e de empresas que elaboravam projetos de assentamentos
A fraude era investigada há três anos pela Polícia Federal e há indícios de participação de servidores públicos da Adepará, Agencia de Defesa Agropecuária do Estado,e do Incra, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária. “Há indícios da participação de servidores na emissão de guia de trânsito animal falsa e de documentos de aptidão ao Pronaf falsos”, completou o delegado.
O outro suspeito, Raimundo Oliveira, que é presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Itupiranga, foi preso em Belém. (Fonte)

Agricultura Familiar: Quadrilha do PRONAF

A PF montou campana logo cedo em Itupiranga na casa de Raimundo Costa Oliveira, 50 anos, conhecido como "Raimundão", atual presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Itupiranga, já pelo terceiro mandato e membro do Diretório do PT, naquele município.

Ele é considerado um dos maiores articuladores políticos e ligado ao prefeito Benjamin Tasca (PT). Mas, "Raimundão" estava em Belém em um encontro de trabalhadores rurais e logo foi localizado e encaminhado para a sede da PF no Pará, na avenida Almirante Barroso.

Ainda pela manhã, foram presos os irmãos gêmeos, José Silva Abreu e João Silva Abreu, conhecidos como "João Bonzim" e "Zé Bonzim", respectivamente. Este último é o presidente do PT de Itupiranga, candidato às eleições do partido naquele município e também um dos articuladores políticos da região. Os dois foram presos às 6h, cada um em suas respectivas residências.

Agricultura Familiar: Petistas armados

Na porta da casa de "Zé Bonzim" (PT), foi preso Raimundo Nonato Soares de Carvalho, vulgo "Dim", que estava armado e disse que presta serviços a "Zé Bonzim", mas segundo a polícia, este seria segurança/pistoleiro dos irmãos gêmeos. "Dim" teve a moto Yamaha apreendida.

Na casa de "Zé Bonzim"(PT), a polícia também apreendeu duas motos e dois carros novos, uma picape Hillux, um Fox e uma arma de fogo.

Na lista da PF, ainda aparecem nas investigações: um dos maiores comerciantes de Itupiranga, Joacy, conhecido popularmente como Souza; "Chico da Laranjeira", vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e líder da Associação de Agricultores do Assentamento Laranjeiras, em Itupiranga; Vanderléia (a "Vanda") gerente do posto Kauan e irmã dos irmãos gêmeos; e um homem identificado como Edcarlos, que já teria se mudado da cidade. Aqui

terça-feira, 27 de outubro de 2009

PA 275 interditada!

Estudantes e pais interditaram hoje pela manhâ (27) a rodovia PA 275 próximo a Curionópolis. Revoltados com o abandono pela Educação, os manifestantes exigem que o governo do PT assuma seu compromisso de campanha.
Segundo José De Souza, a paralisação do trafego se dá como resposta as irresponsabilidades do governo, que tem abandonado as escolas estaduais de Serra Pelada e de Curionópolis.
A paralisação é apenas o início de um grande movimento contra insensibilidade do governo do PT, que desde o inicio de 2009 tem faltado professores para ministrar as disciplinas, causando grandes prejuizos aos estudantes.
-----------------------------------
Diretor da escola sede de Curionópolis desmobiliza estudantes pra não participar de manifestação.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Deshomofobização

A segunda parada do orgulho LGBT que ocorreu neste domingo levou uma grande multidão as ruas da Nova Marabá. Os coordenadores do evento fizeram várias criticas ao Governo Maurino Magalhães (PR), principalmente ao DMTU. Dado a grande movimentação o órgão responsavel pelo transito se negou a auxiliá-los durante a caminha entre a Praça da Prefeitura e o Ginásio de Esporte Renato Veloso.

Apesar de ter a participação de órgãos da prefeitura envolvido no evento, a coordenação do Movimento atribuia perseguição para realização da atividade.

---------------------------------

Alta

Esse ano a parada teve uma inserção maior no que tange a o processo de politização, mesmo não sendo o foco central, a coordenação conseguiu passar a mensagem contra o racismo, a homofobia e pela diversidade. O recado politico foi dado pelos militantes da causa.
----------------------------------
Baixa
A presença de menores e a ausência dos órgãos de segurança foram o ponto baixo do evento. mesmo com a portaria do Juiz publicada no sábado no Jornal Correio do Tocantins, foi visto uma grande quantidade de menores nas ruas e na concetração. Muitos desacompanhado dos pais.
Outro fato, o trânsito ficou desordenado, sem o apoio efetiuvo do DMTU a parada seguiu com na eminência de provocar acidentes.

Campanha Nacional contra a censura ganha corpo


Não apenas nas escolas!

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Senador Nery protesta contra governo do PT


O senador José Nery (PSOL-PA) voltou a criticar o processo de licenciamento ambiental que permitirá a construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. Ao discursar em Plenário, na última quarta-feira (21), ele disse que o processo está sendo conduzido pelo governo federal "de forma açodada e autoritária".José Nery argumentou que "não se trata de uma rejeição ideológica e apriorística ao aproveitamento do Rio Xingu [onde será construída a usina], mas sim de evitar um desastre socioambiental como o da Usina de Balbina, no Amazonas".
Segundo José Nery, a usina será construída "ao preço da destruição de um extraordinário monumento à biodiversidade, a Volta Grande do Xingu". Esse local, ressaltou ele, possui cachoeiras, corredeiras, arquipélagos e canais naturais rochosos. Além disso, mais de 20 mil pessoas teriam de ser deslocadas e populações indígenas de diversas etnias seriam "fortemente afetadas".- A energia produzida em Belo Monte será destinada, quase que exclusivamente, às indústrias eletrointensivas do alumínio - protestou.
O senador destacou que um grupo de pesquisadores de várias universidades, nacionais e estrangeiras, apresentou suas críticas à obra por meio de um documento intitulado "Análise Crítica do Impacto Ambiental do Aproveitamento Hidrelétrico de Belo Monte", que foi anexado ao processo de licenciamento. Ele frisou ainda que o Ministério Público Federal no Pará interpôs diversas medidas .

Contra a violência do agronegócio e a criminalização das lutas sociais



As grandes redes de televisão repetiram à exaustão, há algumas semanas, imagens da ocupação realizada por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em terras que seriam de propriedade do Sucocítrico Cutrale, no interior de São Paulo. A mídia foi taxativa em classificar a derrubada de alguns pés de laranja como ato de vandalismo.

Uma informação essencial, no entanto, foi omitida: a de que a titularidade das terras da empresa é contestada pelo Incra e pela Justiça. Trata-se de uma grande área chamada Núcleo Monções, que possui cerca de 30 mil hectares. Desses 30 mil hectares, 10 mil são terras públicas reconhecidas oficialmente como devolutas e 15 mil são terras improdutivas. Ao mesmo tempo, não há nenhuma prova de que a suposta destruição de máquinas e equipamentos tenha sido obra dos sem-terra.

Na ótica dos setores dominantes, pés de laranja arrancados em protesto representam uma imagem mais chocante do que as famílias que vivem em acampamentos precários desejando produzir alimentos.
-------------------
O deputado Ivan Valente (PSOL/SP) subiu à tribuna da Câmara nesta quarta-feira (21/10) para contestar o discurso dos ruralistas, do DEM e dos tucanos logo após a leitura do requerimento que cria a chamada CPI do MST. Para Ivan Valente, a CPI visa fortalecer o agronegócio, combater a Reforma Agrária e criminalizar o legítimo direito de organização dos trabalhadores rurais Sem Terra.

Transgênicos são proibidos em escolas públicas de Fortaleza




A Câmara Municipal de Fortaleza (CE) mostrou que está atenta à qualidade da alimentação de crianças e adolescentes da Rede Pública Municipal de Ensino. O Projeto de Lei de autoria do vereador João Alfredo (PSOL) que proíbe a utilização de alimentos transgênicos nas escolas foi aprovado por consenso na manhã desta terça-feira (20/10). Agora, a proposta segue para redação final.
Destacando a importância de tal decisão, o vereador explicou que o projeto foi inspirado em sua militância no Greenpeace, ONG ambientalista na qual atuou como consultor de políticas públicas. Segundo ele, é fruto, ainda, da "luta em defesa da biossegurança, do princípio da preocupação e da defesa de uma alimentação saudável para nossas crianças". Adital
--------------------------
Em Marabá com privatização da merenda escolar, a empresa EB Alimento tem cada vez mais artificializado a tal de "refeição escolar", nome dado pelo governo municipla para melhorar a "qualidade " da merenda.

ELEIÇÕES 2010: Puty é a bola da vez!

O chefe mor do governo petista/barbalhista, tem dedicado parte do seu tempo para as articulações em prol da sua candidatura a deputado federal. O homem é daqueles que segue o discurso e a prática de Lula, o chefe maior, tem feito alianças incriveis para chegar lá. Não vão se espantar com as dobradinhas que o rapaz vai fazer para se manter no "poder".
---------------------
Por outro lado, Charles Alcântara defende Edilza Fontes. E ela? Solta o verbo contra Cláudio Puty. Mas, acreditem, não há nenhum problema entre as facções. Tudo é invenção do Orfeu.Charles Alcântara talvez esteja a passear pelo outro lado do canal com o PMDB. Mas, Ana Júlia Carepa passeia do lado que decide e controla o campo da política paraense. E, não esqueçamos, aqui, a política passa pelas mãos do grande timoneiro da federação. (Quinta Emenda 20/10)

Vale na mira do MPF

Ministério Público Federal e Ministério Público do Estado somaram esforços para investigar questões relacionadas a siderúrgica que a Vale pretende instalar em uma área que está sendo desapropriada, em Marabá. A siderúrgica não passou ainda de um protocolo de intenções entre a empresa e o governo do Pará, mas já suscita dúvidas, provoca conflito com proprietários de terras, descontentes com a diferença de valores pagos para desapropriar áreas similares, e desgaste da Procuradoria Geral do Estado (PGE) com os membros do MP.

Veja aqui como O governo do estado tem se comportado para favorecer os interesses da Vale.

È o governo do PT com as mesmas práticas do tucanato.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

São José



No próximo sábado (24) a caravana da “alegria” chega a São José do Araguaia, distrito de Xinguara. A “bordo”: Deputada Bernadete, Deputado Zé Geraldo, Superintendente da SR 27 (INCRA) Raimundo Oliveira. Na pauta: Criação de novos PAs; Luz para Todos; Cadastro dos Assentados; Licenciamento Ambiental e claro tudo isso evidenciando a Eleições 2010!!!
--------------------
Loteamento
Antecipando o crescimento com a futura exploração de níquel, um grande loteamento figura entre os empreendimentos que o distrito deve receber nos próximos anos. A vila São José como é conhecida tem pouco mais de 2 mil habitantes, mas tem um potencial invejável, marcado pela beleza dos rio Araguaia com suas majestosas praias.
Com grandes jazidas de níquel em fase de pesquisa, a vila anseia em se emancipar. Com a perspectiva de crecimento e se não haver um planejamento sério, caminhará para o mesmo destino das cidades onde o "progresso" chega.

ZEIA

As zonas de interesse ambiental contidas no Plano Diretor de Marabá começam ser degradadas. No início do mês este pôster foi pessoalmente no MP fazer a denúncia contra a prefeitura por ter permutado parte de uma área que pertence a ZEIA (aterro da entrada da Avenida Antonio Maia), com um empresário. O poster levou em mãos cópia dos artigos do Plano Diretor que trata da questão, mas até agora não houve embargo da obra.

Essa semana uma outra área que também faz parte da ZEIA, mas precisamente nos fundos da Vila Militar Castelo Branco até o início do novo aterro da duplicação da rodovia Transamazônica, teve iniciada uma outra “obra”, pelo menos é o que se avista, com a presença de tratores revirando árvores e abrindo ruas.

E agora MP?

E a prefeitura cumpre com seu Plano?

PSOL faz formação e recebe novos filiados

Em Xinguara PSOL se organiza com curso de formação e novos filiados

Com o retorno de Marcos Carrera à Xinguara, o partido deve reunir essa semana para fazer alguns ajustes no processo de formação. Uma dos pontos fortes é a realização de curso de formação política para a militância. Por outro lado, um grande número de novos filiados é esperado nos próximos dias. Figura entre eles, o retorno de José Marques Neto.

-------------
Eficiência!

Com dois pontos de cultura aprovados para Xinguara, o Instituto Araguaia na qualidade de organização que presta consultoria de projetos, tem se destacado na região como uma das ferramentas para luta pela inclusão social.

Quem é o Judas?

Foto de Lulla e Collor





"Quem vier para cá não montará governo fora da realidade política. Se Jesus Cristo viesse para cá, e Judas tivesse a votação num partido qualquer, Jesus teria de chamar Judas para fazer coalizão". LULA do PT

Chalita diz que Serra não gosta de professores

O vereador Gabriel Chalita (PSB) de São Paulo, ex- aliado de Serra e CIA usou o Twitter (microblog) para criticar a política educacional do governador de São Paulo, José Serra (PSDB). A crítica acontece depois de o PSDB anunciar que entrará na Justiça para cobrar o mandato de Chalita --que trocou o PSDB pelo PSB.
"Projeto do governo de São Paulo mostra que Serra não gosta de professor.
Aqui

Higéia



Do Grego Hygieia: Saúde. Deriva a palavra moderna Higiene: prática e condições condizentes a uma boa saúde. Estado de robustez física, ausência de enfermidade ou doença. Higéia é transformada no próprio símbolo da saúde, um símbolo frágil mas extremamente poético e sedutor da felicidade possível que a efêmera condição humana podia aspirar.

“Operação Higéia” tem esse nome porque representa a arte da saúde, a arte de conservar a saúde, a prevenção da doença e a promoção do bem estar físico e psíquico.

Através da ação da Policia Federal ontem em Marabá, começa a higienização da secretaria, que deveria tá cuidando da SAÚDE DO POVO!!!

Saúde:PF faz devassa e prende fraudadores

A operação realizada pela PF ontem (21) na secretaria municipal de saúde, deixou o saldo de duas pessoas presas e várias CPUs levadas para sede da Policia Federal.

Logo pela manhâ 25 policias fecharam o cerco e não deixaram ninguém entrar. Com várias denúncias formuladas e um mandado de apreensão, a PF agiu de forma séria afim de investigar o mar de corrupção que se instalou naquela secretaria.
----------------
O vice prefeito e secretário de saúde disse em entrevista a um jornal local, que tudo era normal. Absolutamente normal, e se sentia tranquilo com a operação. Já o delegado da PF afiormou haver superfaturamento na compra de medicamento e vai investigar todas a documentação.
Normal ?????

terça-feira, 20 de outubro de 2009

A Folha se alia a Vale

Temos utilizado este espaço para o debate, e quando o assunto é Vale! dispomos de todos os dispositivos para desmascarar essa empresa que tanto tem usufruído das benesses do Estado e pouco tem feito de retorno pra nossa gente.

A Folha de São Paulo está com a Vale! Urgente e necessária a leitura do editorial da Folha de São Paulo de hoje, dia 15/10. Com o sugestivo título de "Assédio na Vale" o jornal de Otávio Frias Filho assume claramente uma postura econômica e política pela manutenção da gestão da Companhia Vale do Rio Doce nas mãos de Roger Agnelli.
Sem mais pudores a Folha entra em campo contra as supostas estratégias estatizantes do governo Lula. Diz que o governismo quer o "petista Sérgio Rosa, atual presidente da Previ (fundo de pensão do Banco do Brasil), venha ocupar o lugar de Agnelli ".

=============================

O Pará, quanto Vale?


A Vale não vê o Pará, muito menos a Folha de S.Paulo.

O jornal do Estado mais rico da Federação não está interessado nos problemas macro econômicos que o Pará enfrenta, tampouco em questões tributárias ou demográficas. O problema é com os interesses dos acionistas controladores e com os usos politicos das estratégias governistas, nada mais!

Preparando o terreno!



Com o prêmio "prefeito empreendedor" lançado no fim semana, Tião Miranda (SEBRAE) reaparece e coloca a campanha nos trilhos.
Se dependesse apenas do PTB, seria o vice ideal de Ana Júlia. No entanto, sua estratégia é garantir espaço para voltar em 2012 a sua "eterna" casa. Por um lado, uns impulsionam: Sai Federal!!! outros, Estadual mesmo!! Desse jeito não tem como rejeitar o gosto pela coisa. POLíTICA!!!!! Dizem que ele virá acelerado... no rop!!

Afastado!

Por determinação do prefeito José Davi Passos, o secretário de asssitencia social foi afastado do cargo desde o 08/09. Durante a marcha pela independência, realizada no dia 7 de setembro, o prefeito e a população sentiu falta da apresentação dos programas sociais da prefeitura. Canetada!!!


--------------------------


Regularização Fundiária.

Marcos Anronio Carrera está de volta a Xinguara. Essa semana ele percorre vários municípios da região articulando ações para implementação dos sistemas municipais de meio ambiente. Carrera, funcionário efetivo da secretaria estadual de meio ambiente, faz parte da equipe que coordena essas ações nos municípios do sul do pará. Seu retorno a região dá uma nova guinada nas atividades de organização dos movimentos sociais.

Em Parauapebas o PT governa assim:


foto: www.zedudu.com.br


De braços dados com o PMDB!

Comunicação Popular

Comunicação sob controle da classe trabalhadora, este deve ser o foco dos conferêncistas ligados aos movimentos sociais na primeira sobre comunicação, a ser realizada em Marabá contando com a presença de 38 municípios do sul e sudeste do Pará. Durante os dias 24 e 25 e outubro, questões da comunicação regional que devem subsidiar a Conferência Estadual.

"O sul e o sudeste do Pará são imortalizados pelo garimpo de Serra Pelada, o gigantismo da Serra de Carajás e o agudo conflito da luta pela terra. Mas, também registram ricas experiências populares de comunicação" assim define o confrade Rogério Almeida.

Não a Kátia Abreu!!

Fórum das ONG's e Movimentos Sócio-Ambientais do Tocantins repudiam postura “truculenta e prepotente” de Kátia Abreu


A moção foi aprovada por mais de 100 delegados. No documento a senadora é repudiada pela sua postura “truculenta, prepotente e desrespeitosa”. Segundo a moção, Kátia Abreu “escudada pelo imoral advento da ‘imunidade parlamentar’, tem buscado intimidar, desmoralizar e coagir as autoridades constituídas do país, como secretários de Estado, governadores, ministros e até mesmo o presidente da república”. LEIA A MATÉRIA NO BLOGUE - http://rogerioalmeidafuro.blogspot.com/

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Cultura e Renda com Reciclagem: Uma Vida Sustentável é Possível

O Ministério da Cultura acaba de aprovar maisa um ponto de cultura para Xinguara. Em menos de seis meses o Instituto Araguaia coordenado por Francisco José Macedo e com consultoria deste poster conseguiram elaborar e aprovar dois pontos de cultura para este município.


Com o tema:Cultura e Renda com Reciclagem: Uma Vida Sustentável é Possível, o Ponto de Cultura será sediado na Escola Estadual Pedro Mota.

sábado, 17 de outubro de 2009

Intervenção

O ministro Gilmar Mendes do STF, acatou pedido dos representantes do agronegócio (leia-se CNA, Kátia Abreu, PSDB, DEM, e o PT também)e estar requisitando junto ao governo do Pará e também ao Tribunal de Justiça do Estado, informações sobre as forças policiais (forças repressoras)do Pará. As informações subsidiarão a decisão sobre pedido de intervenção no Estado, feito pela senadora do DEM (ex-PFL) Kátia Abreu.

Bomba de R$ 89 milhões

Deu no Blog do Ademir


Transitou em julgado no Superior Tribunal de Justiça a questão da indenização de vida pela prefeitura de Marabá ao empresário Valmir Matos Pereira, dono das terras invadidas desde 1986 e que resultaram na formação do bairro do KM-07 na Nova Marabá. A perlenga atravessou pelo menos sete administrações sem que qualquer prefeito tenha tomado a iniciativa de tentar acordo com o proprietário. Ao contrário, todas empurraram o problema com a barriga no Judiciário, de sorte que a agora a indenização chega a R$ 89 milhões, a preços de hoje, e vai continuará aumentando até quitação final, a ser feita com o dinheiro do contribuinte.
É possível que por esses dias Valmir Matos protocole na 3ª Vara, por onde tramita o processo, um pedido de execução da sentença. É dinheiro que daria para patrocinar mais três orlas do Tocantins ou mais uma duplicação da Transamazônica na área urbana.


E Agora Maurino?

Ex-presidente da CDP denunciado pelo MPF por fraude de R$ 7 milhões

Caso Galiléia: Depois de acusar Ademir Andrade por formação de quadrilha, corrupção, estelionato e fraudes em licitações, MPF agora denuncia o vereador em Belém por falsificação de dados.
O ex-senador pelo Pará e hoje vereador em Belém Ademir Andrade foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por inserção de informações falsas no banco de dados da Companhia Docas do Pará (CDP), onde atuou como presidente de 2003 a 2006. A denúncia foi feita contra Andrade e oito de seus ex-chefiados na CDP. A pena prevista para o crime de inserção de dados falsos em sistema de informações da administração pública é reclusão, de dois a 12 anos, e multa.
Fonte: Procuradoria Geral da República no Pará
Link: http://www.prpa. mpf.gov.br/



http://www.amazonia .org.br/noticias /noticia. cfm?id=331740

Ausência

Na inauguração da Seccional de Xinguara na tarde deste sábado (17), foi sentida a ausência da governadora Ana Jùlia (PT e PMDB). Uma nova delegacia construída pelo governo para dá melhores condiçôes de trabalho foi entregue neste sábado.

Talvez seja o único investimento que o governo do PT e do PMDB fez em Xinguara nestes 3 anos e 10 meses de governo.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Parauapebas: Prefeitura abre concurso!

A Prefeitura Municipal de Parauapebas comunica a abertura das inscrições ao concurso público destinado ao preenchimento de vagas a cargos de nível superior e nível médio da Prefeitura Municipal de Parauapebas.

Edital aqui: www.fadesp.org.br

Sul e Sudeste do Pará: Amazônia!

No lugar que havia mata,
Hoje há perseguição.
Grileiro mata posseiro
Só pra lhe roubar seu chão.
Castanheiro, seringueiro
Já viraram até peão,
Afora os que já morreram
Como ave de arribação.
Zé de Nana ta de prova
Naquele lugar tem cova,
Gente enterrada no chão.
Pois mataram índio,
Que matou grileiro,
Que matou posseiro,
Disse o castanheiro
Para o seringueiro
Que um estrangeiro
Roubou o seu lugar.”
(Trecho da música “Saga da Amazônia”, de Vital Farias)

Transporte Público: Um caos!

Durante a III Conferência do Plano Diretor realizada no dia 27 de março, uma mesa de debate discutiu, Mobilidade e Transporte Público. Nela havia especialistas e técnicos da área que apresentaram os dados da situação do transporte público em Marabá.
Oficialmente a cidade conta com 175 permissões de Taxi; 435 de mototaxi; 49 veículos/coletivos das duas empressas concessionárias rodando na área urbana.
Estes serviços são autorizados através de duas modalidades: Concessão (se faz através de uma lei concessiva e um contrato de licitação, ou seja concorrencia pública, como é o caso das empresas Transbrasiliana e Viação Cidade Nova. A outra modalidade é a Permissão (não precisa de lei autorizativa, tem natureza contratual ou por toamda de preço).
Acontece que as duas empresas que atuam hoje com concessão estão todas irregurlares, além de prestar um serviço de péssima qualidade, toda a frota está sucateada.
Já uma boa parte dos taxistas tiveram que optar por lotação, e ganharam uma nova concorrencia, os "clandestinos" que com placa cinzas atual a bel prazer das autoridades.
O transporte de duas rodas, com cerca de 435 autorizados, porém com mais de mil motos rodando também têm sido uma alternativa de transporte. O problema é que a falta de legalização/autorização da grande maioria tem deixado os que pagam tributos em uma situação complicada.
------
A cidade cresce e não há por parte do governo azulista nenhuma proposta para elaboração concreta de um Plano de Transporte que apresente as soluções.

Habitação: Cadê o Plano?

Iniciado este ano por força da lei 7087/2008 que cria o Sistema Estradual de Habitação de Interesse Social, o Plano Estadual de Habitação deve ter virado "bufa de alma". As primeiras atividades realizadas pela COHAB e IDESP tinha como objetivo: eleborar o diagnóstico das carências habitacionais, dando ênfase as politicas urbansa de Habitação, Saneamento, Desenvolvimento Urbano e Mobilidade. No entanto, o plano de ação até agora não foi concluído e pra completar, as outras atividades relacionadas a construção do PHIS não foram realizadas.
A ultima oficina que o governo do estado (leia-se governo do PT e PMDB) realizou em Marabá foi no dia 08 de abril, devendo retornar no início de agosto. Já estamos em Outubro e não se fala mais em politica habitacional.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Mais um...

...empreendimento foi aprovado agora a pouco pelo Consaelho Gestor do Plano Diretor de Marabá.

O Ecoville - "primeiro bairro ecológico" trata-se de um condominio fechado. São 801 lotes, divididos em duas vilas. O novo empreendimento vair ser construído na área de expansão da Nova Marabá, no km 08 da PA 150 sentido DIM.
Mais uma vez este poster fez uma série de questionamentos com relação ao relatório apresentado ao conselho. A partir desta intervenção o empreendedor teve que se comprometer a alterar o projeto e fazer algumas medidas compensatórias. O projeto original não destinava os 15% de área institucional para o município como prevê a lei.
Quem contrapôe faz o sofrivel português, repensar sua prática!

Caim: Livro atacará Igreja de forma "insolente"

O escritor português José Saramago, ganhador do prêmio Nobel de Literatura em 1998, chamou o papa Bento XVI de "cínico" e disse que a "insolência reacionária" da Igreja precisa ser combatida com a "insolência da inteligência viva". O autor está em Roma para promover seu novo livro, "Caim", que será lançado nesta quinta-feira (15).

Pão e Circo

“panem et circenses”

Governo do Azulino promete para amanhã grande "festa" para o dia dos professores. Pensando bem, é aquela velha história da política do pão e circo (panem et circenses) criada pelos romanos, ela previa provimento de comida e diversão em detrimento da liberdade, com o objetivo de diminuir ou acabar com os conflitos.

Belo Monte: Contrapondo a viabilidade

Especialistas questionam estudos e viabilidade da Hidrelétrica de Belo Monte

Um painel de 40 especialistas lançou documento com análises do projeto hidrelétrico de Belo Monte, no Rio Xingu, previsto pelo governo para ser oferecido em leilão em novembro. Os pareceres foram entregues ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), no dia 01 de outubro de 2009, para servir como insumo da análise sobre a viabilidade ambiental do projeto, e ao Ministério Público Federal (MPF), que verificará se há violações da lei, dadas as graves consequências do projeto.
O painel identificou, primeiramente, diversas omissões e falhas nos estudos de impactos ambientais, que dificultam análises mais conclusivas sobre temas considerados chave. Apesar do pouco tempo que tiveram para a análise dos documentos, os especialistas concluíram que Belo Monte deve causar graves consequências para a região, seus habitantes e os ecossistemas da floresta amazônica e, ainda, que o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) ignora a dimensão da maioria desses impactos.
Para os especialistas, a inédita ineficiência energética do projeto e o processo acelerado e atropelado das audiências públicas mostram que o governo e as empreiteiras pleiteiam uma grande obra a qualquer custo. O Painel de Especialistas, de maneira cidadã, alerta o governo e a população para este grave equívoco, cujos custos reais não são conhecidos e os estudos incompletos e subdimensionamentos do EIA não permitem afirmar.
Entre os temas analisados estão a viabilidade econômica do projeto; os impactos da construção do projeto numa área cobrindo mais de 1000 km2; os impactos sobre as populações indígenas; o caos social que seria causado pela migração de mais de 100.000 pessoas à região e pelo deslocamento forçado de 20.000 pessoas; os impactos sobre peixes e fauna aquática em geral; a possibilidade de extinção de espécies; as emissões de grandes quantidades de gases de efeito estufa; a insegurança hídrica e alimentar; a subestimação da população atingida e subestimação da Área Diretamente Afetada (ADA).
Texto completo dos pareceres dos especialistas para baixar:http://tinyurl.com/ykjplsu

Isso é contraponto!

O Contraponto & Reflexão surgiu para fazer contraponto com a "pauta" que a mídia estabelece e coloca como uma verdade.



É preciso defender o MST

A ocupação da fazenda Santo Henrique e destruição de parte da plantação> de laranja pelo MST mais uma vez evidenciaram o impasse da reforma agrária, via assentamento. O ocorrido se deu no dia 28 de setembro, mas> a ampla divulgação, campanha dos meios de comunicação e mobilização parlamentar do PSDB e DEM se deram a partir de 7 de outubro, quando a> liminar de desocupação já havia se cumprido. Dois problemas envolvem a investida de criminalização do MST: 1. A promessa do governo Lula de modificar os índices que medem a produtividade da propriedade agrária; 2. A CPI pretendida pelo DEM e> PSDB, sob a justificativa de que o MST age na ilegalidade, usando dinheiro público. De um lado, pretende-se barrar a mudança do índice e, de outro, eliminar as verbas destinadas às cooperativas dos sem-terra. Certamente, são dois aspectos da luta política no seio do Estado, que> não passam de reflexos do choque dos camponeses organizados pelo MST com> latifundiários e agroindustriais.> A nova CPI é a terceira tentativa da bancada ruralista, orquestrada por> Ronaldo Caiado e Kátia Abreu, ambos do DEM, de incriminar o MST e abrir caminho para o colocar na ilegalidade. As condições políticas ainda não> permitiram que a oligarquia latifundiária, que hoje congrega a velha burguesia agrária e a moderna burguesia agroindustrial, alcance esse objetivo antidemocrático. Mas se caminha para isso. Lula tem conseguido brecar os movimentos sociais utilizando-se das> ilusões características de um governo popular, do assistencialismo e das manobras políticas, apoiadas pelas burocracias sindicais e pelas de movimentos. O que lhe tem dado supremacia sobre a oposição concentrada> pelo PSDB e DEM. Eis por que a luta de classe no campo que opõe grandes proprietários e sem-terra se expressa nas divisões burguesas no Estado.> De um lado, DEM e PSDB atacam o MST procurando sua criminalização, de> outro travam a disputa com o governo, exigindo que este abandone a ambigüidade na questão repressiva aos sem-terra. A grande imprensa, tendo à frente "O Estado de S. Paulo", potencia a> política do DEM e PSDB, constituindo-se em porta-voz partidário. A campanha se dirige a convencer a população de que o MST é formado por quadrilheiros e que os latifundiários e agroindustriais são agentes do progresso econômico-social. Cria-se um clima nacional de condenação político-social do MST para desfechar a repressão. Imagine o delegado encarregado do processo contra os ocupantes da Fazenda Santo Henrique declarar ao "O Estado de S. Paulo" que "foi parado na rua por moradores que querem a punição dos culpados"! O ladrão Paulo Maluf acusa o MST de "horda de bandidos que nada mais fazem do que terrorismo". A Cutrale ocupou terras públicas e as grilou. Desde 2006, tramita na> Justiça de Ourinhos uma ação do Incra contra a apropriação da Cutrale da> propriedade pertencente à União. Em abril de 2008, o MST ocupou a fazenda denunciando o jogo que se faz na Justiça, que quase como norma dá ganho de causa ao poder econômico. A recente ocupação foi um recurso dos sem-terra para mostrar que a Cutrale continua a explorar as terras da União como se lhe pertencessem. É necessário denunciar a propaganda abusiva contra os camponeses, rechaçar a repressão, combater a criminalização do MST e exigir o fim da> vergonhosa CPI.
Diretoria da APROPUC
ver aqui

Vale: operários do Canadá entram na sétima semana de greve

A Greve de trabalhadores em mineração em Sudbury, Canadá, da INCO entra na sétima semana. A empresa explora níquel. Entre os motivos da paralisação estão: a imposição de alteração do plano de pensão. No novo plano os operários teriam que contribuir.
Atualmente os trabalhadores recebem um bônus dependendo do preço do níquel no mercado. A Vale quer impor um teto e congelar os salários durante os próximos três anos. Os operários não concordam e desejam a manutenção dos direitos adquiridos. Não há sinais que a Vale se disponha atender as demandas dos operários.
A Vale adquiriu 75% das ações da mineradora INCO em 2006.
No mercado a demanda e o preço do níquel estão em alta. A paralisação já compromete o cumprimento de contratos por parte da Vale.
Trabalhadores dizem que a mina é altamente rentável, e que durante os últimos dois anos faturou $4 bi.
O sindicato avalia que o governo do Canadá deveria proteger seus cidadãos contra as ameaças da Vale.

FONTE: a informação é síntese de vídeo (em inglês) postado no youtube e publlicado na edição de ontem no site do jornalista Paulo Henrique Amorim. Tradução de Glenn Switkes

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

VALE QUER ISENÇÃO DE ISS

Vereadores tentam impedir isenção de ISS à Vale.

Mais uma vez a Vale debocha do povo, ao pedir isenção de ISS - imposto sobre serviços ( a ser cobrado no período da obra da Siderúrgica, que deve gerar 17 mil empregos).

Dessa vez até deputado do PSDB (partido responsável pela privatização da ex-estatal) esbravejou contra mais este ato de irresponsabilidade com o município de Marabá.

Empregos: para o deputado Wandenkolk, os empregos qualificados não serão para trabalhadores da região, por não possuírem a tal qualificação ( e a própria empresa não ter este cuidado de qualificar e nem de fomentar o apoio a qulificação). Para Marabá serão dados apenas empregos nas marcenarias, carpintarias e outros de cárater pífios.

È, entendimento de todos que a Vale tem que contribuir com o muncipio, principalmente, porque o governo do estado já está DANDO DE GRAÇA Á AREA QUE VAI SER CONSTRUíDA A NOVA SIDERÚRGICA.
È unânime também que a Vale deve assumir partes dos problemas que ela vai causar como: crescimento desordenado, saturação no atendimento hospitalar, aumento da violência e criminalidade, inchaço populacional e outros...
Vale ressaltar que além dos milhões que o governo vai pagar em indenizações, a Vale não paga um centavo de ICMS dos produtos que extrai no Pará.
È mole ou quer mais, fazer milagre com o santos dos outros - aliás com a miséria do povo daqui.

Cultura: Rios de Encontro

No período de 22 a 26 de setembro ocorreu em Marabá e região, o Fórum de Cultura Solidária da região de Carajás, um fórum que não se caracterizou como um mero evento, mas como vários momentos de reflexões, ações e intervenções que celebrou a cultura e as linguagens artísticas como caminho essencial para transformação social e pessoal. As atividades motivaram ações para criação de políticas públicas para cultura e educação, afim de fomentar o desenvolvimento cultural da região.

O reconhecimento da cultura como um direito humano, que se expressa nos modos de vida foi outro aspecto fundamental destes dias de fórum.

Apesar de ter apoio institucional, (por que "apesar", depois eu explico!) o Projeto Rios de Encontro foi uma realização do GAM – Galpão de Artes de Marabá junto com diversos parceiros que protagonizam a cultura popular em Marabá. Parabéns pela iniciativa.

Perguntar não ofende!

Quem é o secretário extraordinário de representação do governo municipal de Marabá em Brasilia?

-Ele recebe um salário de r$ 6.000,00 com direito a dois assessores especiais (cód. PMM-CPC09) com salários de R$ 2.327,00.

Quem souber o nome e a procedência favor informar, porque no sitio da PMM não consta na relação do secretariado.

Che: 8 de outubro

Em 8 de outubro cumpre-se o quadragésimo primeiro aniversário do assassinato de Che Guevara pelo exército boliviano. Após sua prisão, em 8 de outubro de 1967, foi executado friamente, por ordens da CIA.
Decididamente, a contribuição de Che, por suas idéias e exemplo, não se resume a teses de estratégias militares ou de tomada de poder político. Nem devemos vê-lo como um super-homem que defendia todos os injustiçados e tampouco exorcizá-lo, reduzindo-o a um mito.

Analisando sua obra falada, escrita e vivida, podemos identificar em toda a trajetória um profundo humanismo. O ser humano era o centro de todas as suas preocupações. Isso pode-se ver no jovem Che, retratado de forma brilhante por Walter Salles no filme Diários de Motocicleta, até seus últimos dias nas montanhas da Bolívia, com o cuidado que tinha com seus companheiros de guerrilha.

A indignação contra qualquer injustiça social, em qualquer parte do mundo, escreveu ele a uma parente distante, seria o que mais o motivava a lutar. O espírito de sacrifício, não medindo esforços em quaisquer circunstâncias, não se resumiu às ações militares, mas também e sobretudo no exemplo prático. Mesmo como ministro de Estado, dirigente da Revolução Cubana, fazia trabalho solidário na construção de moradias populares, no corte da cana, como um cidadão comum.
Coloboração João Pedro Stédile

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

AMAT: Dia 16 prefeitos reúnem em Marabá!

Prefeitos filiados a AMAT deve reunir no próximo dia 16/10 em Marabá. Pode ser que um ou outro prefeito se atreva a colocar na pauta o processo de divisão territorial. Todo ano é a mesma coisa, é só se aproximar as eleições que "eles" começam futucar a população para se mobilizar.
Outra luta que a entidade assumiu, foi a mobilização entorno da implantação da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, "ntendendo que através da educação é garantida a igualdade de oportunidades para todos os cidadãos porque influi sobre toda a vida", é assim a mensagem do sitio da AMAT.







Vale: Cuidado com a Tuíra!

A provável entrada da Vale no consórcio Belo Monte reforçaria o futuro consórcio do grupo Suez que, pelo rumo atual das negociações, deve entrar na briga contra um outro liderado pela Odebrecht. O grupo baiano já disse que pretende participar do leilão. Vale manifestou interesse por Belo Monte principalmente por causa dos negócios de alumínio que toca na região e que demandam muita energia, como Albrás e Alunorte.
O governo tem no momento duas urgências antes da licença prévia. A primeira é a manifestação do Tribunal de Contas da União sobre a documentação enviada dois meses atrás pela EPE sobre a construção da usina e da forma de licitação. Sem a anuência do TCU o processo não tem como ir adiante. A segunda é a Declaração de Recurso de Disponibilidade Hídrica a ser emitida pela Agência Nacional de Águas. Somente de posse dessa declaração será possível precisar qual será a energia firme da usina do rio Xingu.

O governo disse que a Eletrobrás pretende ter até 49% do investimento da hidrelétrica. Belo Monte potência para gerar 11 mil MW, mas deve gerar metade disso por ser uma usina sem reservatório. Aqui

Não perder a esperança!

O historiador Eric Hobsbawm - que tem sua trilogia (A Era das Revoluções, A Era do Capital e A Era dos Extremos) reeditada no Brasil - diz que o aniversário da queda do Muro de Berlim deveria motivar uma discussão sobre o Ocidente pós-guerra fria. Defendendo suas convicções marxistas, ele afirmou: "Me recuso a dizer que perdi a esperança". Para Hobsbawn, o capitalismo chegou ao seu limite. Aqui

Reforma Agrária: Dirigentes condenados!

No Brasil é assim, até lutar por reforma agrária dar cadeia, mas superfaturar terras para siderúrgica não dá em nada!

Os dirigentes da luta pela reforma agrária em Minas Gerais (estado governado pelo PSDB, cujo PT fez aliança pra eleger o atual prefeito da capital), João Batista da Fonseca, membro da Coordenação Nacional do MTL e presidente do PSOL de Minas Gerais, e Wanduiz Evaristo Cabral, o Dim Cabral, membro da Coordenação Estadual do MTL e da Executiva Estadual do PSOL/MG, foram injustamente condenados a 5 anos e 6 meses de prisão por lutarem a favor da Reforma Agrária. Ambos são vítimas de processos criminais que foram propostos pelo Ministério Público da cidade de Uberlândia em 2001, por ocasião da luta pela desapropriação da Fazenda Tangará.

Governar com o povo é...

... ter transparência!

Você sabia que com as modificaçoes ocorridas na Lei Municipal Nº 13. 734/95, que institui o Plano de Cargos e Salários da Prefeitura Municipal de Marabá, foram criados novos cargos e salários?
Também nesta mesma lei o prefeito define o salário dos secretários e outros do primeiro escalão em R$ 6.000,00. Sendo o total de secretários 18, e com mais a procuradora geral, chefe de gabinete, assessor de comunicação social, Superintendente de Desenvolvimento Urbano, Presidente da Casa da Cultura e do Ipasemar, totalizando 24 cargos de primeiro escalão com este salário?


E, além de outros cargos criados, o prefeito também criou o de secretário adjunto de educação, administrador regional (05) e Agente de vila (25)?

Na mesma lei fixa o número de "assessor especial" em 91, com o salário de R$ 2.327,00.


-----------

965 cargos de confiança estão regulamentados nesta nova lei, com isso o Azulino tem as cartas na manga para garantir a "governabilidade", tendo a maioria absoluta na casa de noca de Marabá.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Armados!


A escolta armada continua nos portôes do latifúndio da região. Essa semana ao passar por uma das propriedades do Estado, que atualmente está sobre controle de Daniel Dantas, avistamos os elementos fortemente armados "defendendo o patrimônio".
Foi assim que ela agiu em abril em Xinguara.

Não!

Juiz Cristiano Magalhães descartou a hipotese de posse imediata dos oito supletes que sonham em aasumir uma vaga na casa de noca. No entendimento do magistrado os suplentes estão equivocados ao querer assimuir a vaga que segundo juiz só vale para 2012.
Com essa os suplentes devem procurar o SINE, porque se forem atrás do Azulino não o encontrarão!

UFOPA aprovada no senado

A Comissão de Educação e Cultura do senado federal aprovou no início da tarde desta terça-feira (06), o relatório com parecer favorável ao projeto de lei 179/09, que cria a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa).
A Ufopa é um antigo sonho da população paraense, sobretudo do Oeste do Estado. Esta será a primeira universidade federal com sede em um município do interior da Amazônia. Este é um enorme passo que damos para promover a educação, o conhecimento e a pesquisa com formação de profissionais dentro da nossa própria região.

Enquanto isso a população de Marabá e região sonha com a UFESSPA.
Fonte: Daniel Dardin

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

FECAM 2009


Encontraram ele!

Manifestando ainda preocupação com a gestão do prefeito MAUindo Magalhães (PR), em Marabá. Somente na sexta feira 2 que o oficial de justiça encontrou o gestor para entregar a notificação de processo por corrupção eleitoral.


A procura durou cerca de duas semanas para localizar o gestor. Já a deputada Bernadete, denúnciou que tenta achar o prefeito para tratar do programa do governo federal ‘Minha Casa, Minha (di)Vida’, no qual o município será contemplado com 5 mil casas populares, mas ainda não se sabe onde os imóveis serão construídos.




Parauapebas: Terra sem água na torneira!

È um absurdo que uma cidade com tantos "recursos" tenha que padecer por falta de água!!

A população de Parauapebas sofre sistematicamente pela falta de água, este é um dos grandes problemas da cidade. A prefeitura não apresenta uma solução! O governo do Estado tapa "os olhos" e finge que nada estar acontecendo. O prefeito não atende o telefone e por isso os deputados não dispôe emendas parlamentares, pelo menos é o que Zé Geraldo (PT) alega!
E a população e os visitantes ficam sem água!
------------
Os Direitos da Água
A ONU redigiu um documento intitulado Declaração Universal dos Direitos da Água. Logo abaixo, você vai ler os seus principais tópicos:
1- A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: é rara e dispendiosa e pode escassear em qualquer região do mundo.
2- A utilização da água implica respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza.
3- O equilíbrio e o futuro de nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam.
4- Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade e precaução.
5- A água não é somente herança de nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo a nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como a obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras.
6- A água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável pela água da Terra.
7- A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.
8- A água é a seiva de nosso planeta. Ela é condição essencial de vida de todo vegetal, animal ou ser humano. Dela dependem a atmosfera, o clima, a vegetação e a agricultura.
9- O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra.
10-A gestão da água impõe um equilíbrio entre a sua proteção e as necessidades econômica, sanitária e social.

Parauapebas: III FEMPA 1

O festival de música de Parauapebas entra definitivamente para o cenário nacional como um dos melhores festivais do Brasil.

Foram três dias de festa em Parauapebas, onde artistas de seis estados estiveram concorrendo os mais de $ 20 mil reais em prêmios. E além disso proporcionaram momentos de alegria e de curtição de uma boa música, letras inéditas produzidas com muita encatação. O FEMPA promete muito, pela qualidade, organização e pela caracterízação original de um festival de música, que tem na sua essencial a apresentação e o fomento a música popular. Aquele mesmo estilo do CAFRE e do Fecam nos idos dos anos oitenta.

Parauapebas: III FEMPA 2

Juventude de volta ao futuro!

Willian Barros levantou a multidão na praça de eventos, empolgando a grande maioria que lhe deu o prêmio de "aclamação popular". O jovém de Conceição do Araguaia, merecia muito mais, no entanto, o prêmio ficou com Paulo Lamarco ( Campo Grande MT) com o A saber o sabor.
A verdade é nua e crua ou revestida como a lima?
Temperada com limão ou encoberta por batina?
Ela habita nos escombros ou cavalga a luz do dia?
(...)
Você toma coca-cola sem saber o conteúdo,
E bebe as palavras como ingerir morfina,
Faz da vida um imenso cálice,
Sem notar que a verdade é apenas fé, menina!

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Cadê ele??

Sumiu!!!

Diante da fuga do titular da viúva, o vereador do PR Antonio Da Ótica tentou na tarde de ontem (30) assumir a prefeitura. Parece que se esbarrou com os burros na'gua!!!

Na cidade os comentáriso continuam, cadê o Azulino??? Será que as folhas pararam de cair?

Carajás para quem mesmo?

Um grupinho liderado pelo ex-fabricante de carteirinha de estudante que fez "sucesso" na região, tentou fazer barulho em defesa da criação do estado de carajás essa semana em Marabá.
Este fragmento do texto do Prof. Dr. Gilberto de Miranda Rocha aborda algumas questões iniciais interessante par ao debate.
As propostas de redivisão do Estado do Pará expressam processos de reconfiguração espacial e de rearranjo das relações de poder no âmbito estadual. Não são processos artificiais, são produtos legítimos de territorialidades emergêntes e que reivindicam a apropriação política do território, sobre os quais têm domínio. No entanto, é lícito considerar o fato de que a existência da diferença e da singularidade não necessariamente pressupõe a separação. Ao contrário do que ao longo desse século norteou a construção dos Estado-Nação, a homogeneidade linguística e étnica – cultural, o Estado pós – moderno deve operar pela diferença, pelo respeito a diversidade cultural e étnica existente. Nesse contexto, tanto as propostas de divisão como a transferência da capital do Estado do Pará, formulada pelo Governo do Pará, estão na contramão de uma gestão territorial que der conta da complexidade que hoje é o Pará. A sua unidade política e territorial somente poderá ser alcançada frente a uma ampla redefinição conceitual da identidade paraense, fundada na diversidade e não na homogeneidade.
Estado de Carajás, um discurso eterno dos politiqueiros de plantão em busca de votos!!!

Conselheiro pede ao MP que embargue obra!

O Conselheiro do CGPD Ribamar Ribeiro Junior (poster) foi recebido hoje (01) pelas promotoras Mayana e Josélia na sede do MP. Ribamar denunciou a permuta feita pela prefeitura e um proprietário de cerâmica que recebeu um terreno cuja a área está dentro de uma ZEIA - Zona Especial de Interesse Ambiental. (área que deve ser protegida, preservada e recuperada)
A ZEIA 1 do Inciso I do artigo 43 da Lei do Plano Diretor de Marabá, insere-se na área doada pelo prefeito Maurino Magalhães (PR). O mais grave é que a tal doação foi permitida pela Câmara (já que até agora os vereadores não se pronunciaram). Outro questionamento é que não foi enviada pela prefeitura para aprovação do Conselho Gestor do Plano Diretor.
O agora "proprietário" estar aterradno a área que já avançou rumo ao Bambuzal.
O Ministério Público deve agir com rigor, segundo a promotora uma reunião na semana que vem com os conselheiros deve nortear várias outras questões que estão acontecendo fora da lei.

Projeto facilita ação de "gatos"


Bancada ruralista ( também comnhecida como a bancada do mau!,) se empenha para aprovar proposta que permite contratação temporária no meio rural e acaba abrindo brecha para legalizar aliciadores. Ministério, juízes, procuradores e trabalhadores são contra projeto de lei

Os Senadores analisam proposta de alteração na lei que abre brecha para a terceirização indiscriminada do trabalho no meio rural. A mudança pode facilitar a ação dos "gatos", como vulgarmente são conhecidos os aliciadores que atuam no campo brasileiro. O Projeto de Lei (PLS 171/2004), de autoria do falecido senador Ramez Tebet (PMDB-MS), legaliza a contratação rural temporária de até 90 dias, prorrogáveis pelo mesmo período. A matéria foi aprovada na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) e está sendo discutida na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).A legalização do trabalho rural temporário e terceirizado é defendida com unhas e dentes pela bancada ruralista. Na CRA, a relatoria coube à senadora Kátia Abreu (DEM-TO), que acumula as funções de presidente da Confederação de Agricultura e Pecuária (CNA) e repete a mesma função na CCJ.
A permissão do trabalho temporário terceirizado no campo tornará o trabalho de quem está na base produtiva ainda mais instável e vulnerável. Por causa da sazonalidade do setor agropecuário, já existem formas específicas de contratação para safristas. Esse projeto vai no sentido contrário. Ele oficializa a vulnerabilidade do peão de trecho, que migra de região para região em busca de empreitadas. Fonte Repórter Brasil