quarta-feira, 30 de setembro de 2009

"Como tratar a notícia com verdade"

Este foi o principal foco da palestra realizada a poucos dias atrás em Parauapebas, pelo Jornalista Caco Barcelos (Globo). Na platéia, dezenas de jornalistas e outros membros da imprensa convidado pela VALE. No evento o cerne da questão estava voltado para Mineração e Meio Ambiente.
No entanto, essa vontade de "noticiar a verdade" não é máxima da Vale. Veja o que diz o jornalista Rogério Almeida para um jornal do Movimento contras as mazelas da mineração - recém lançado em Ourilandia do Norte:
Rogério disse que para a maioria da população, a VALE é a propaganda que vende. Como lidar as inserções publicitárias da empresa quanto a sua responsabilidade social e ambiental frente a realidade?

Rogério: Nos locais em que a vale atua não se publica nada ao contrario aos seus interesses. Há uma hipertrofia de poder. Ao menos aqui no Pará operam no sentido de criminalizar qualquer ação dos movimentos socais, em particular os ligados à luta pela terra. Quando a empresa e multada por crime ambiental, as mídias encobre os fatos,elas dão visibilidade para a explicação da empresa.
Mas a questão é mais complexa. Existem a fragilidade nas estruturas dos órgãos de fiscalização, além dos poder da Vale e das relações dos bastidores da política. Avalio que o horizonte tido aqui é de que a vale é uma grande incógnita para os mais diferentes setores. Os que ganham alguma migalha silenciam. É isso pelas universidades
e associações comerciais..........

Habitação: Em Marabá governo é só enrolação!!!!


Há anos o governo do Pará repete o mesmo refrão: o Estado tem “déficit” de 400 mil moradias. Na retórica oficial, o numero não cresce, nem diminui. Mas no mês passado, ao sair com o presidente da vale, Roger Agnelli, de uma audiência com o presidente Lula, em Brasília a governadora Ana Julia anunciou que finalmente, o “déficit” diminuirá durante a gestão petista em pelo menos 15%, ou 60 mil casas. De imediato, porem o governo do Estado cedeu 30% de sua parte no programa “Minha Casa Minha (Di)Vida” para antiga estatal construir moradias em seis municípios situados na sua área de influenciam em torno da província mineral de Carajás. Vai atender, e claro, seus funcionários dependentes e agregados dos empreendimentos que mantém nessa região.
Os recursos virão dos cofres estatuais e federais, partes deles e fundo perdido e a outra parte deles e a outra parte a custo abaixo do mercado. A Vale através da fundação, entrará com os projetos e a administração. E a futurará o lucro e dividendos da iniciativa. O Pará continua a ser o negocio da China para a ex - CVRD.( Fonte: Jornal pessoal jun.2009.).
Você acredita nisso???

Ele também sumiu!!!

O vice-prefeito e secretário de saúde também desapareceu, servidor não vê, paciente também e o oficial de justiça que o diga! Cadê o homi??

Essa é uma verdadeira cassação...procura....!!!

FECAM: Melquiades afirma ressureição!

O secretário municipal de cultura de Marabá, professor Melquiades Justianiano (PR) confirmou esssa semana a ressureição do Festival da Canção em Marabá (FECAM), morto no governo do ex-prefeito Tião Miranda (PTB).
Este ano o festival acontece em novembro paralelo a FICAM, aproveitando toda estrutura da feira.
Aos interessados acesse: www.fecam2009.com.br

Curso Superior: Feirão de preços baixos!!!!

As "universidades particulares" principalmente as que utilizam o método a distância avançam cada vez mais para o mercado dos preços baixos.

Vários out-dor na cidade propagandeia a corrida pelo curso superior, cada uma anunciando preços bem abaixo da "tabela".
E o MEC o que faz?
O questionamento está sendo feito com relação a QUALIDADE!

Suplicy faz leitura de manifesto em defesa do MST no Senado

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) fez a leitura no plenário do Congresso Nacional do Manifesto em Defesa da Democracia e do MST (ouça em www.senado.gov.br/agencia/verNoticia.aspx?codNoticia=95873&codAplicativo=2 ), que foi entregue ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), por senadores, deputados e representantes de entidades da sociedade civil, nesta terça-feira (29/9).
O manifesto, que recebeu mais de 4000 assinaturas, foi lançado por intelectuais, escritores, artistas, partidos, entidades nacionais e internacionais, na semana passada.
Um pedido de CPI contra o MST foi protocolado pela senadora Kátia Abreu (DEM-TO), os deputados federais Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Onyx Lorenzoni (DEM-RS), líderes da bancada ruralista no Congresso Nacional. O manifesto avalia que essa iniciativa é uma represália à bandeira da atualização dos índices de produtividade.
Estiveram presentes à entrega do manifesto, no gabinete da presidência do Senado, os senadores João Pedro (PT-AM), Fátima Cleide (PT-RO), Serys Slhessarenko (PT-MT) e José Nery (PSOL-PA), a deputada Manuela D'Ávila (PCdoB-RS) e o deputado Dr. Rosinha (PT-PR), o escritor Hamilton Pereira (com pseudônimo Pedro Tierra) e Zaré Brum Soares, assessor da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), o bispo emérito de Goiás dom Tomás Balduíno e o presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Augusto Chagas.
Manifesto
O manifesto em defesa do MST surgiu a partir da iniciativa do presidente da Abra (Associação Brasileira de Reforma Agrária), Plínio de Arruda Sampaio (que também é lider do PSOL em São Paulo);

Educação: para além do capital

"Pensar a sociedade tendo como parâmetro o ser humano exige a superação da lógica desumanizadora" Mészaros
E como isso ser contemplado em Marabá? Cujo educadores estiveram reunidos em recente conferência para debater as diretrizes do sistema nacional de educação? é um grande desáfio!

Fugindo

Azulino continua fugindo do oficial de justiça!

Pode um prefeito fugir, se esconder, driblar e até mesmo desviar a rota, tido par anão dar de cara com um oficial de justiça?

È assim qeu o azulino age há uma semana.

Rumo ao Tocantins

O Instituto Araguaia acaba de ganhar contrato para participar da elaboração de 16 planos diretores, em 16 municípios do estado do Tocantins. Serão realizados de forma participativa e o contrato prevê planos com uma metodologia que afirme a cosntrução de uma cidade sustentável.

Parauapebas: Festival de Música movimenta a cidade

A movimentação entorno do III FEMPA que será realizado este fim de semana em Parauapebas deve gerar um clima especial na cidade. Caravanas de Marabá e região já se organizam para acompanahr as três noites de shows do festival que srá animando por Chico Cezar.

Em briga de boi grande quem mete a colher?

O Rogério Almeida é um dos jornalistas mais comprometidos que já conheci, por sua militância e pelo envolvimento com os movimentos sociais, todos os dias recebo dele correio eletrônico me informando sobre acontecimentos e textos com informações importantes. Este é um deles!

A fusão de grandes corporações é um elemento que conforma a atualidade da economia mundial.
Os mastodontes do mundo de frigoríficos não escapam ao diapasão econômico e somam esforços para aperfeiçoar os ganhos, como refletiria algum executivo do setor.

No Brasil quem acabar de celebrar o enlace matrimonial foram o Bertin e o JBS.
As núpcias não tem sido um mar de rosas.

Tudo devido ao descontentamento de quem engorda o boi, leia-se a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA), que tem como timoneira a xiita de direita, senadora Kátia Abreu (DEM/TO).

A fundamentalista do agronegócio agitou a mídia do Pará no início do ano pedindo a cabeça de “Donana”, Ana Júlia Carepa (PT/PA), governadora do estado.

A motivação foi a ocupação de inúmeras fazendas em nome da Agropecuária Santa Bárbara pelos movimentos camponeses.

A empresa é vinculada ao banqueiro Daniel Dantas e tem a vida no Pará nublada por várias acusações de ilícitos, entre eles a lavagem de dinheiro e crime ambiental.

Ocorre interrogar qual será a atitude da senadora ante o “casamento” dos grandes frigoríficos: será que ela pedirá no Congresso a reinvenção da lógica do mercado?

Ou irá pedir uma CPI para investigar os financiamentos públicos nas empresas?
A senadora é considerada o Ronaldo Caiado de saias dos tempos modernos. Caiado para quem não se lembra dirigiu a União Democrática Ruralista (UDR). Uma sigla sinônima da intolerância na década de 1980.

Período marcado pelas execuções de camponeses e apoiadores da reforma agrária no Pará.
Nos corredores do Congresso e nas publicações que festejam o mundo rural, Abreu é notória por espumar de ódio somente em ver uma bandeira vermelha.

Mesmo que seja do afetuoso, “Ameriquiha/RJ”, somente por conta da mesma lembrar o MST.
O mesmo sentimento é manifestado aos que defendem o meio ambiente e os direitos humanos.
Em particular aos que denunciam a prática de trabalho escravo nas fazendas da Amazônia.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Museu Histórico de Marabá

Pai de vereadora, avô do dono da cidade, frei, ex-prefeitos e fundadores da cidade, estão entre os concorrentes do concurso que deve dar o nome para o Museu Histórico de Marabá, que será abrigado nas dependências do prédio denominado de Palacete Augusto Dias.
Algumas criticas foram públicas recentemente em um artigo de um jornal local a poucos dias. E, logo veio a resposta por parte de um dos interessados. Acontece, que as regras dete concurso são duvidosas, não estão claras com relação a a puração dos "votos", e com isso deixa uma certa suspeita com relação ao resultado. Ainda mais quando a cidade passa por um processo de leolização.

UFOPA prestes a ser aprovada no Senado

Poderá entrar em pauta nesta quarta-feira (30), na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, o projeto de lei que cria a Universidade do Oeste do Estado do Pará (UFOPA). Assim que for aprovada na CCJ, o projeto de criação da Ufopa segue em caráter terminativo para a Comissão de Educação, Cultura e Esporte.
A UFOPA beneficiará mais de um milhão de pessoas da região amazônica. O projeto prevê a criação dos seguintes cargos e funções:a) 432 cargos de Professor da Carreira de Magistério Superior; b) 120 cargos efetivos de nível superior para a área técnicoadministrativa, contemplada, ademais, com 212 cargos de nível médio; c) 41 Cargos de Direção (CD); d) 170 Funções Gratificadas (FG); e e) 1 cargo de Reitor e 1 cargo de Vice-Reitor.
O financiamento da UFOPA será viabilizado por meio de recursos provenientes de dotações consignadas no Orçamento Geral da União e alocação de recursos de outras fontes e geração de receitas comuns ao conjunto de universidades federais. Depois de devidamente implantada, o Poder Executivo é autorizado a transferir para a Ufopa saldos orçamentários da UFPA e da UFRA não utilizados, observadas as pertinentes regras e limitações fiscais a tal procedimento.O futuro reitor da UFOPA, Dr. Seixas Lourenço está em Brasília esta semana e informou que está com todo o procedimento pronto para realização de processo seletivo para professores e alunos, dependendo apenas da aprovação do projeto.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Cultura é assim que se faz!

Encerrou neste fim de semana em Marabá, um dos maires eventos culturais da região. Foram três dias de atividades em Parauapebas, Eldorado do Carajás e Marabá. Onde artisitas se reuniram para levar arte e cultura para periferia, um projeto audacioso tendo a frente o Galpão de Artes de Marabá e várias entidades com apoio de prefeituras e da boa disposição dos nossos artistas.
Oficinas, apresentação cultural, rodada de diálogo, música e poesia abrilhantaram o Fórum de Cultura Solidária.

Meio Ambiente desambientalizado

Um fórum de meio ambiente que tem como patrocinadores as empresas Leolar e Sinobras, não é digno de ser avaliado como um fórum sério!

Foi assim que ocorreru com o evento realizado na ultima sexta feira (25). Na mesa de abertura a toda poderosa Vale marcou presença, e ainda teve direito a expor sobre seu projeto "avassalador" que deve ser implantado a partir do ano que vem. Isso graças ao dinheiro público que está sendo investido pelo governo do estado para PAGAR AS INDENIZAÇÕES DA ÁREA DESAPROPRIADA PELO ESTADO PARA A EMPRESA PRIVADA.
As empresas Leolar é que mais poluí visualmente a cidade, portanto deveria ser fiscalizada e multada.

Simbólico

Ato simbólico de posse dos novos diretores eleitos nas escolas estaduais de Marabá, ocorreu por dentro da programação da II ConferÊncia Regionald e Educação -Regional Carajás, ocorrida no fim de semana. Na oportunidade a nova titular da Seduc esteve presente e fez um longo discurso, parabenizou os presentes e deu "posse" aos novos gestores.
Quem tirou uma "casquinha eleitiral" foram os parlamentares Zé geraldo e Bernadete, que apareceram por lá e sumiram sem dizer (Tchau....)

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Subiram na ponte!

E cuidado pra não cair....

O Prefeito MAUindo esteve essa semana fazendo uma "vistoria" no canteiro de obras da nova ponte do rio Itacaíunas, acompanhado de jornalistas e alguns puxas, o gestor visualizou a obra que está sendo construido pelo governo federal (DNIT), mas que dará a ele o ônus da tal obra. È assim que se faz, quando os petistas incompetentes não conseguem capitalizar pra si alguma coisinha que o governo tenta fazer por Marabá.

Contraponto selecionado

Contraponto & Reflexão entre os melhores blogs do Brasil

Acabamos de ser notificado como um dos selecionados entre os melhores blogs



Parabéns pelo seu Blog!!!

Você está fazendo parte da maior e melhor seleção de Blogs/Sites do País!!!- Só Sites e Blogs Premiados -Selecionado pela nossa equipe, você está agora entreos melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
O seu link encontra-se no item: Bloghttp://www.vejablog.com.br/blog- Os links encontram-se rigorosamente em ordem alfabética -Pegue nosso selo em:http://www.vejablog.com.br/selo
Um forte abraço,
Dário Dutra

PMDB aliadíssimo!

Um analfabeto de merda teima em dizer que o PT e PMDB no Pará não são mais aliados, ora vamos começar por Marabá. Quem é o diretor do Detran? Quem é o Diretor geral do Detran no Pará? os vários cargos de assessorias? a secretaria de esporte está com quem? as diretorias da Sespa? O Detran de Xinguara ta com quem?

O PMDB com toda chantagem politica eleitoral que faz continua mamando neste governo. O PT com todas as cagadas que fez pagará caro por trair os trabalhadores.

Bancada da devastação

A senadora Kátia Abreu (DEM-TO), orquestra mais uma investida contra o MST, dessa vez propondo uma CPI, mas que tal ouvir outras vozes, é o que o Blogg Página Critica sugere. Quando se trata deste assunto os politicos ligados a bancada da devastação como Giovanni Queiroz, Asdrubal e outros tentam sistematicamente ser a voz da Amazônia no congresso.
A voz da violência e do latifúndio!!

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Yamada em Marabá

Foi aprovado ontem (21) pelo Conselho Gestor do Plano Diretor de Marabá, o projeto do mais novo empreendimento a ser erguido em Marabá. O Magazine Y Yamada será a maior loja do grupo, com um área de 66 mil metros quadrados de construção.

O Relatório do empreendimento apresentou algumas falhas com relação aos requesitos para sua aprovação, o conselheiro Ribamar Ribeiro Junior fez uma série de questionamentos, sugeriu alguams mudanças e optou por se abster da votação por não concordar com a forma desrespitosa que a prefeitura e o DNIT tem tratado o conselho com relação a obra de duplicação da Rodovia Transamazonica. Pois os técnicos da obra do grupo Yamada tiveram acesso a informações que os conselheiros não obtiveram até agora. Neste sentido, o conselheiro Ribamar convenceu outros conselheiros a também se abster de votar. Resultado 11 votos a favor e 5 abstenção.
O projeto segue agora para a análise tecnica das secretarias e posteriormente está apto para a construção.

Pará na UTI

Jornal do aliado da governadora estampa matéria na edição de hoje denunciando as mazelas na área da saúde.

Com febre, dor de cabeça pelo corpo, tosse e crise de vômito, a dona-de-casa Rosana Gomes, 22 anos, permaneceu por mais de cinco horas sentada em um banco em frente à Unidade de Saúde da Marambaia, na manhã de ontem.Enrolada em um lençol e acompanhada apenas pela filha de três anos, a jovem reclamava da ausência de médico no setor de urgência e emergência da unidade. “Isto é uma urgência e emergência? Está bom de mudar de nome. Isto é uma palhaçada”, reclamou. Rosana contou que chegou às 7h em busca de atendimento e foi informada que o médico chegaria às 8h. Uma hora depois, recebeu a notícia de que o médico não viria por problemas de saúde. Mesmo assim, diz que resolveu esperar o próximo médico, que entraria no plantão somente às 12h30 .“Será que só existe um médico nesta cidade?”.
Isso é Governo Ana Julia do PT

sábado, 19 de setembro de 2009

Curionópolis

Depois do período pertubado da gestão autoritária, a cidade começa a respirar a democracia. Várias entidades estão sendo criadas, entre elas cooperativas e associações estão sendo organizadas pelo povo. Por outro lado, a população vislumbra "dias melhores" com os projetos de mineração sob o comando da Vale.

Eldorado

As obras começam aparecer, aliás pelo menos as placas das obras!!

Surgida na década de oitenta como entrocamento de quem vinha do sul do pará e de Marabá para Serra Pelada. Eldorado mantém a mesma imagem de uma cidade de beira de estrada sem infra estrutura nenhuma.
A esperança com um "governo popular" seria o elo com os entes federal e estadual.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

VALE É DENUNCIADA NOVAMENTE!

Vale: CPT denuncia danos ambientais

Apropriação ilegal de terra pública cedida pelo Getat a famílias assentadas, com reserva de domínio; desrespeito ao Código de Mineração por ignorar totalmente o direito de participação dos proprietários dos imóveis onde se instalou o projeto de mineração da empresa; nenhuma indenização paga aos assentados dos PAs Carajás I, II e III pela ocupação dos terrenos e/ou pelos danos e prejuízos causados desde o início das pesquisas até a presente data; crimes ambientais, com a poluição das grotas e igarapés, e morte de animais provavelmente provocada pelo consumo da água contaminada.
E, por fim, danos ao patrimônio público e de particulares com a interrupção de estradas, demolição de todas as benfeitorias que existiam nos lotes (casas, cercas, plantações inteiras), bens estes edificados com recursos públicos. Estes são alguns dos crimes elencados e denunciados pela Comissão Pastoral da Terra (CPT) e Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Pará - Fetagri Regional Sudeste - à Procuradoria da República em Marabá em representação apresentada contra a Companhia Vale do Rio Doce no último dia 10 de setembro. No início da década de 1980, diz a representação, o Getat (sucedido pelo Incra) arrecadou e matriculou, em nome da União, as glebas: Buriti, Taboca e Verde, com área de 79 mil hectares. Essas áreas foram transformadas nos Projetos de Assentamentos de Reforma Agrária Carajás II e III, com capacidade de assentamento para 1.551 famílias. Para a implantação dos PA's, o Incra investiu milhões de reais na abertura das estradas vicinais, estruturação de três Centros de Desenvolvimento Regional (Cedere I, II e III), além de escolas, centros comunitários etc., para receber as famílias.

Rato de energia!

Desconfiado do aumento repentino na conta de energia, fiz uma rápida investigação e não é que descobri! o ladrão era o meu vizinho!!!!! (fez um gato para o ar condicionado, dormia numa boa, bem refrigerado ao estilo da profissão.

As providências já estão sendo tomadas.

Bomba!!!!!!!!!!

Cassação 1

No bog do Hiroshi

Empresário reúne provas contra Maurino
Um suposto caixa dois ameaça tirar a prefeitura das mãos de Maurino Magalhães.Pedido de cassação do mandato eletivo do prefeito de Marabá foi protocolado hoje, no final da manhã, para despacho do juiz Cristiano Magalhães, que deverá encaminhar a peça para o Ministério Público se manifestar.Como há resolução do TSE, aprovada em março deste ano, extinguindo o prazo de até 15 dias contados da diplomação, para o pedido de cassação de diplomados, a ação têm tudo para prosperar, conforme garantiu há pouco um advogado de Marabá, dependendo da qualidade das provas inseridas no contexto da ação.
Maurino Magalhães está sendo acusado de prática de caixa dois, durante a campanha eleitoral de 2008, por um grupo de financiadores residentes em Parauapebas, tendo à frente o comerciante Abimael, que teria reunido cópias de cheques assinados por ele, recibos e uma série de outros documentos, totalizando montante de mais de R$ 800 mil, excluídos da prestação de contas apresentada à Justiça Eleitoral pela coligação partidária que elegeu o atual prefeito marabaense.Ao TRE, Maurino prestou contas dos gastos da campanha eleitoral algo pouco superior a R$ 800 mil, quase o mesmo valor do caixa dois indicado na ação.
Cassação 2
MAUrino Magalhães (PR) já entrou pra história, como o prefeito que em menos de um ano de mandato já responde por várias irregularidades - o MP tem cumprido o seu papel, enquanto a Câmara (casa de noca) conchavisa com o azulino.

Trabalho Escravo:Escravidão é flagrada em desmate para usina da Votorantim

Aliciadas por "gatos", vítimas não recebiam salários, eram submetidos a dívidas, viviam em alojamentos impróprios e não tinham alimentação adequada. Obra faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC)

Foi preciso um flagrante para que o Grupo Votorantim, conglomerado empresarial categoria peso-pesado, conhecesse melhor as mazelas do trabalho escravo contemporâneo. Fiscais do grupo móvel do governo federal encontraram, no final de agosto, 98 pessoas em condições análogas à escravidão no desmate de áreas que serão inundadas para a construção da Usina Hidrelétrica (UHE) Salto do Rio Verdinho, sob responsabilidade da Votorantim. A obra no Sul de Goiás, entre os municípios de Caçu (GO) e Itarumã (GO), faz ironicamente parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), conjunto de projetos de infra-estrutura e energia eleito como prioridade pelo próprio governo federal. (leia-se PT)

De acordo com a fiscalização, as vítimas foram aliciadas criminosamente por "gatos" (intermediários) no Norte do Mato Grosso e no Oeste de Minas Gerais, não recebiam salários regulares, eram submetidos a um sistema ilegal de endividamento, viviam em alojamentos impróprios e não tinham alimentação adequada. Dentro de uma única casa de fazenda desapropriada que submergirá com a barragem, 52 pessoas se apertavam. "Dormiam umas em cima das outras, em redes e beliches", descreve a auditora fiscal do trabalho Virna Damasceno, que coordenou a operação. Outro galpão utilizado como alojamento para mais de 30 empregados não possuía sequer banheiro. Fonte: Repórter Brasil

Racista!

um dia desse um bacharel em direito chamou este blog de quinta categoria, como ele é portador de um vasto currículo de baixarias aqui na região fomos aconcelhado a deixar o barco seguir caminho, e depois quem sabe ver o atirador naufragando na sua mais tenebrosa irritação xenófoba.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Kyikatejê Neles!!

Era o que faltava pra mudar a história do futebol em Marabá e região, um time com a cara, a identidade e acima de tudo com a garra para representar de fato o sul e sudeste do Pará no futebol paraense.

Na primeira partida de ida e volta da primeira fase classificatória de acesso ao Campeonato Paraense de Futebol, a equipe do Gavião Kyikatejê Futebol Clube empatou com o Parauapebas Futebol Clube.

O Kyikatejê FC entrou em campo com os jogadores Arukapé (1), Watiwai (2), Zanata (3), Rodrigo (4), Dudu (5), Deusimar (6), Pryjokware (7), Kaprektyire (8), Sandro Carioca (9), Thiaguinho (10) e Elder (11). Na suplência, sentaram os atletas Wemerson (12), Fran (13), Esquerdinha (14), Aru (15), Gilmar (16), Júnior (17) e Madson (18). Técnico: Zeca Gavião.A proxima partida oficial será domingo (20) em Parauapebas.

Mariano Antunes: as mazelas e sem providências!

Deu no Blog do Ademir

Ex-secretário de Cultura de Tião Miranda, o desaparecido Wilson Teixeira, o Wilsão, foi encontrado no cargo de vice-diretor do Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes – Crama.
No último dia 15 de setembro, pela manhã, durante aula inaugural de nova turma do programa “Alfabetização Solidária”, ele barrou a entrada de professor com câmera fotográfica, a pretexto de não se registrar as mazelas da penitenciária, já denunciadas inclusive pela Subsecional da OAB em Marabá, ano passado, sem que qualquer providência tenha sido tomada para mudar o quadro degradante.Ainda hoje o presídio continua à míngua: tem máquinas, energia elétrica.

CASSAÇÃO

Pedido de cassação do prefeito MAUrino Magalhães (PR) foi protocolado hoje no Ministério Público. Logo mais teremos detalhes deste fantástico acontecimento.

Começa as mudanças

Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou a emenda que estabelecia uma cláusula de barreira para os candidatos participarem de debates de rádio, TV e internet. Essa emenda, votada ontem no Senado ao Projeto de Lei 5498/09 que muda as regras das campanhas eleitorais, estabelecia que só tivessem direito de participar dos debates os candidatos de partidos com no mínimo 10 deputados na Câmara.

Isso é uma...

é uma brincanagem, como dizia o velho riba!

prefeito aterra canteiro e corta bambu....contrata centenas de "assessores" e ainda se diz perseguido pelo Ministério Público..

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Empreendimentos!

Mais dois pedidos de aprovação de loteamento deram entrada ontem (15) no Conselho Gestor do Plano Diretor. Os dois pertencem ao grupo Novo Progresso - (Loteamento "Castanheira" - Rod Br 222 depois do Sintepp) o outro denominado de Jardim Paris será na Rodovia Br 230 sentido Itupiranga, no km 06.

A cada dia empresários tem adiquiridos terras ao redor da cidade para construção de loteamentos, enquanto o governo municipal não regulariza e nem tem plano de expansão da cidade.

Tucuruí: desgoverno!

Jornal A Folha de Tucuruí deixa o recado
A maldição de Tucuruí
É muito triste constatarmos a pouca importância política de Tucuruí em comparação com cidades do mesmo porte, como por exemplo: Cametá ou Marabá só para citar duas. Para quem acessa a internet a algum tempo isso não é novidade alguma. Quando o Yahoo lançou a internet de graça, os marabaenses tiveram acesso, os tucuruienses não. Quando foi implantado o velox no Pará, os marabaenses tiveram acesso à internet banda larga, Tucuruí não. E agora os moradores de Marabá tem aceso livre ao Navega Pará na maior parte da cidade, inclusive na orla, e adivinhem... Tucuruí não. Em Tucuruí o acesso ao Navega Pará se dá apenas na praça do Rotarye adjacências. No Centro de Inclusão Digital da Vila Pioneira formam-se grandes filas para acessar a internet, e quando não tem mais computador disponível o portão é trancado e as pessoas ficam de fora, no sol quente esperando sua vez. Caso li berassem o acesso da população dos bairros em torno esta demanda diminuiria muito.
As pessoas muitas vezes, com sacrifício, podem comprar um computador a prestação, mas pagar as mensalidades aos provedores fica muito pesado para quem tem baixa renda. Não sabemos o porquê de tanto desprezo do governo estadual pela nossa cidade, parece que para os políticos paraenses Tucuruí vale menos que o lixo que a PMT espalha e enterra pela cidade. Denuncias foram feitas pelos milhões desviados da Nova Matinha e nada, nem uma providência e nem uma linha na grande imprensa. Denuncias de crimes ambientais foram e estão sendo feitas e, nada, parece que Tucuruí está em um limbo, simplesmente não existe para as autoridades e para a grande mídia.
Querem ver como somos ignorados? Pensem se fosse em Marabá, Cametá ou Ananindeua que o prefeito estivesse respondendo a um processo de cassação ou se a eleição da Câmara Municipal tivesse sido anulada por decisão judicial? Provavelmente seria matéria a nível nacional mas em Tucuruí fatos importantes como este são simplesmente ignorados e a imprensa não divulga uma linha sequer.
A MALDIÇÃO
Tucuruí é privilegiada pela sua posição estratégica, pela hidroelétrica e (proporcionalmente ao seu território e a sua população), com uma das maiores arrecadações do estado (em média R$ 15.000.000,00 por mês), mas infelizmente também temos uma classe política de vampiros predadores que sugam nossos recursos e controlam toda a sociedade pela força e pelo poder econômico. Nada e nenhuma instituição escapa ao seu controle, a população não faz idéia do poder corruptor destes parasitas. Grupos políticos liderados por velhas raposas se revezam no poder, são sempre os mesmos seja qual for a cara do prefeito. Tem vampiro que mesmo morando em outros municípios, continuam sangrando os recursos de Tucuruí e defendendo com unhas e dentes a continuação do domínio dos parasitas.
Muitos pensavam que com a eleição de uma governadora do Partido dos Trabalhadores, alguma coisa fosse feita no sentido de moralizar a política no estado, que nada, ledo engano, nada mudou. O discurso moralista do PT foi para o espaço impulsionado pelos interesses políticos rasteiros e pessoais. Enquanto isso, pobre Tucuruí, submersa em ondas de violência, crimes ambientais, corrupção e servindo de moeda de troca política, agoniza indefesa. A Tucuruí de todos nós que a amamos, vale menos que cinco votos na Assembléia Legislativa do Estado. No jogo de xadrez político, Tucuruí é simplesmente um peão, isso por que não existe uma peça menor no jogo.
Uma cidade em que empresas prestam serviços com máquinas e pessoal da prefeitura e terreno construído em um aterro de um manancial e vários prédios, são alugados para a PMT, enquanto prédios da prefeitura se deterioram ou são doados e terrenos públicos municipais são invadidos. Uma cidade m que se aterram mananciais e cursos de água com lixo doméstico. Esta cidade é Tucuruí. Várias denuncias e representações (com farta documentação), jazem empoeiradas nas gavenossa parte e continuar a confiar em Deus.tas do Ministério Público sem qualquer ação, simplesmente por não ser "prioridade". Isso nós já sabemos, Tucuruí não é prioridade para ninguém.
A cada dia que passa chegamos à conclusão que em termos éticos Tucuruí está em estágio terminal, só resta aos cidadãos de bem desta cidade (que não são poucos) continuar denunciando, rezar e esperar que o tempo passe, e as futuras gerações mudem a política em Tucuruí, e estes velhos, viciados e carcomidos políticos se transformem em apenas uma velha, ruim e vaga lembrança na história política de Tucuruí. Esperamos ainda que para o lugar para onde forem, onde as autoridades não se corrompem, estes vampiros finalmente recebam a recompensa devida pelo que fazem e fizeram ao nosso povo; Deus é paciente mas justo. A força do tempo e da juventude um dia libertará Tucuruí das forças do mal, podemos não mais estar aqui, mas nossos netos e bisnetos estarão. Temos a certeza de que um dia, com fé em Deus, este tempo chegará.
Nota do Editor: Desculpem o desabafo, mas ver a nossa cidade nesta situação e o sentimento de impotência e sem ter a quem recorrer, ás vezes nos enchem de tristeza. Somos muito fracos diante do poder que domina nossa cidade, fazemos o que podemos mas ainda não é o bastante. Só nos resta lamentar, seguir em frete, fazer a
Editor do Folha de Tucuruí.
Fonte:"Folha de Tucuruí" <folhadetucurui@transparenciatucurui.org>

Belo Monte: Senador diz não a hidrelétrica!!

Em defesa da vida e dos povos da Amazônia! Não a Usina Hidrelétrica de Belo Monte!
Senador José Nery


A Amazônia está ameaçada. Seus povos e sua biodiversidade estão mais uma vez sendo sacrificados. Tudo em nome de um modelo de desenvolvimento irresponsável, voltado exclusivamente aos interesses do capital. Diversos estudos já demonstraram que a Usina de Belo Monte não é apenas inviável mas extremamente danosa ao bioma amazônico. Infelizmente os Governos Federal e Estadual, alheios a tudo isso, estão irmanados em mais essa empreitada de devastação. O EIA/RIMA apresentado é deliberadamente superficial, omisso e fantasioso chegando a apontar vantagens econômicas e sociais para a região atingida. As Audiências realizadas foram carentes de representatividade social, antidemocráticas; ademais não responderam às questões do Ministério Público Federal, do Ministério Público Estadual e dos representantes de comunidades. É com essa farsa que o Governo Federal e seus representes no IBAMA, ELETROBRAS e ELETRONORTE pretendem legitimar o projeto de construção de Belo Monte, primeira grande usina do Complexo Hidrelétrico do Xingu, concebido para garantir energia barata à indústria eletro-intensiva, ao agronegócio e vários empreendimentos baseados na destruição e saque das riquezas amazônicas.
Leia mais no link acima (título)

A

domingo, 13 de setembro de 2009

MP faz o papel que a CMM deveria fazer!

Se a Câmara Municipal de Marabá não faz o Ministério Público tem feito, e muito bem!

Cabe aos vereadores fiscalizar, legislar e fazer cumprir as leis. No entanto, aqui em Marabá a casa de noca tem servido apenas pra os conchavos e asubmissão ao executivo. Como não cumpri seu papel, o Ministério Público tem agido de forma coerente e eficaz para fiscalizar as ações do poder executivo - são mais 600 docuemtos enviados a prefeitura, combrando explicaçoes e sugeirndo modificaçoes.

Enquanto isso na casa de noca, urge os interesses pessoais dos edis, e pra completar sete suplentes ainda sonham em voltar este ano caso a PEC dos vereadores seja aprovada em segundo turno pela Câmara Federal.
Mais conchavistas a vista!!!!

MPF acompanha segunda audiência pública do projeto de Belo Monte>

Debates foram marcados por questionamentos não só ao projeto da hidrelétrica como à metodologia e qualidade das audiências feitas pelo Ibama.

O procurador da República em Altamira, Rodrigo Timóteo Costa e Silva, acompanhou ontem (12/09), a audiência pública sobre os impactos ambientais do projeto da hidrelétrica de Belo Monte, acompanhado de assessores do Ministério Público Federal de Brasília e Belém. Esse segundo dia de debates, na cidade de Vítória do Xingu, foi marcado por> questionamentos não só sobre os Estudos da Hidrelétrica, mas também sobre a metodologia e a qualidade das audiências feitas pelo Ibama.

Os questionamentos foram dirigidos a um grupo de técnicos contratados> pelas empreiteiras Camargo Correa, Andrade Gutierrez e Norberto> Odebrecht. A Eletronorte foi representada pelo diretorAdemar Palloci e a Eletrobrás por Valter Cardeal. A mediação do debate ficou por conta do diretor do Ibama no Pará Paulo Diniz. Foram mais de dez horas de audiência. “A Eletrobrás e as empresas são como um noivo que se apaixonou por essa região do Xingu e quer casar de qualquer jeito.


Uma das queixas recorrentes dos presentes – mais de 1500 no começoda audiência – era a impossibilidade dos ribeirinhos, agricultores e índios> atingidos chegarem até o local. “O povo dos travessões ,os ribeirinhos, não foram convidados para o casamento, não tiveram chance de participar. Isso não é democracia participativa, é democracia formal, só para constar na ata”, protestou o padre Vicente Zambello, de Vitória do Xingu, persistindo na metáfora do casamento.

sábado, 12 de setembro de 2009

Institucionalizando!

Video institucional apresentado ontem (11) pela Secreataria de Turismo durante Sarau na Biblioteca Orlando Lobo (Mercado Municipal), aparece mais a imagem da secretária Vanuza Barbosa, do que os "feitos" desta pasta.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

MAB entrega carta a LULA

A luta pelos direitos das populações atingidas por Barragens do Brasil é uma história, construída e fundamentada no princípio que este modelo de produçãode energia não é voltado para atender as necessidades do povo Brasileiro. Nos casos onde as hidrelétricas são construídas, as populações teriam queter seus direitos garantidos pelos governos e empresas envolvidas.

Porém, a realidade nos prova que as populações atingidas e o meio ambiente nunca são reconhecidos, lugares onde houve um processo de luta intensa, osatingidos puderam garantir algumas conquistas, mas isso, nunca se tornou umapolítica de tratamento às populações atingidas.

Nós últimos sete anos, tivemos muitas dificuldades em avançar nasnegociações das pautas concretas dos atingidos e ter conquista. Não por terhavido menos lutas, menos reuniões, menos diálogos e menos reivindicações,ao contrario, tem sido os anos, em que o Movimento tem sofrido acriminalização por LUTAR PELOS DIREITOS, entendemos ter sido isso umadefinição política de quem manda no setor elétrico.

Nos últimos tempos, ouvimos uma declaração pública do Presidente Lula,dizendo que:

“Eu só tenho dívidas com um movimento neste país, que eu ainda não cumpri,mas que o Dulci já fez que são os companheiros do MAB, do Movimento dosAtingidos por Barragens. Esse é um movimento que eu pedi para o companheiroDulci conversar com eles, preparem qual é a dívida que o Estado brasileirotem com eles, porque certamente nós temos dívida com eles, porque durantemuito tempo se construiu hidrelétrica, se prometia dar casa, dar isso, e nãoveio as casas e não veio as terras. E eu não quero deixar o governo sempagar essa dívida histórica que o Estado tem com os companheiros do MAB”.(Discurso do Presidente Lula durante lançamento do Plano Safra daAgricultura Familiar 2009/2010, dia 22 de julho de 2009).

Aproveitando o processo de luta e a declaração pública do Presidente, o MAB encaminhou uma carta à Lula, solicitando que o Estado Brasileiro reconheça eatenda os Direitos dos atingidos por Barragens.

Impermeabilizando!!

Depois de azular a cidade o prefeito MAUrino Magalhães (PR) estar impermeabilizando o canteiro central da VP -8 na Nova Marabá. Além de empiçarrar parte do canteiro, as arvores estão sendo sucumbidas pelo novo aterro.

A idéia de jerico pode ter partido do próprio gestor. Obra essa que não foi discutida no Conselho do Plano Diretor, tendo em vista que é impactante e nociva ao canteiro central.

A vez de Kátia, depois de Giovanni

A senadora ruralista Kátia Abreu foi uma das vencedoras do Prêmio Parlamentares Inimigos da Amazônia 2009. O prêmio lista os senadores e deputados federais envolvidos com a destruição da Amazônia. Em recente encontro com latifundiários ela mais uma vez atacou o MST.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Eleições 2010: PSB avança!

Em ritmo de filiações partidárias o PSB de Eduardo Campos, Ademir Andrade e Elton Mamoré, avançam com novas filiações em Tucumã o empresário Ivo Dantas, em Itupiranga o empresário madereiro Aelson Carneiro, o Cabeludo e em Marabá o engenheiro Valber está de volta ao seu antigo partido. Todos com a pretensão de disputar uma vaga na Assembléia Legislativa.

Deputado ruralista ameaça novamente!

Novamente o deputado da bancada ruralista ataca ministro, ouvidor agrário e os trabalhadores!!!
O deputado Giovanni Queiroz (PDT-PA) denunciou ontem (9) que invasores e acampados ligados a movimentos sociais estariam matando o gado de fazendeiros em Marabá, no Pará. “Se fosse na minha propriedade, levariam um tiro na cara”, afirmou o parlamentar paraense. Ele apresentou fotos e um vídeo durante audiência pública na Comissão de Agricultura da Câmara, quando também chamou o ouvidor agrário nacional, Gercino José da Silva Filho, de “senil” para ocupar o cargo.
Durante a audiência pública promovida para debater os conflitos agrários no Pará, Queiroz mostrou fotos de bois mortos a tiros e facadas e, depois, um vídeo onde supostos acampados estariam se organizando para matar “posseiros”, enquanto se dirigiam à fazenda Santa Bárbara.O deputado paraense criticou também o fato de o cargo de ouvidor agrário nacional ser ocupado por uma pessoa “senil”, que “não teria condições de exercer as atribuições da função” por causa da idade avançada. Gercino José participou da audiência junto com o ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, e o presidente do Instituto Nacional de Colonização e reforma Agrária (Incra), Rolf Hackmart.Com 62 anos de idade, o ouvidor é um ano mais novo do que o deputado Queiroz, nascido em 1946, de acordo com informação que consta do site da Câmara.
Tanto o vídeo como as declarações de Queiroz foram repudiadas por parlamentares que não fazem parte da bancada ruralista.“Nunca vi um ministro de Estado ser tão massacrado e desrespeitado por alguém da própria base do governo, como estou vendo hoje, de forma tão preconceituosa. Peço que essas falas inclusive não sejam registradas para evitar prejudicar a imagem da Casa”, disse o deputado Eudes Xavier (PT-CE).
Xavier criticou também os vídeos e fotos apresentados por Queiroz. “Acho que os documentos apresentados aqui precisam antes ser qualificados pela Polícia Federal”, defendeu.“Precisamos investigar a origem desse vídeo”, acrescentou o deputado Domingos Dutra (PT-MA). Segundo ele, a bancada ruralista adota um discurso preconceituoso e não leva em consideração que “o maior número de vítimas da violência no campo é de integrantes dos movimentos sociais.”O deputado Anselmo de Jesus (PT-RO) disse ter estranhado algumas falas dos supostos acampados, gravadas em vídeo. “Eles [acampados] não costumam se referir aos fazendeiros como ‘posseiros’”, argumentou. Em diversos momentos da filmagem, os supostos acampados estimavam “quantos posseiros” iriam matar.
No Pará o PDT é aliado de Ana Julia!!
Reportagem de Pedro Peduzzi, da Agência Brasil, publicada pelo EcoDebate, 10/09/2009

LAICO

O MP exigiu e a prefeitura cumpriu!

Out-doors do Governo MAUindo Magalhães (PR) com frases religiosas (pregando o cristianismo) foram apagadas pela prefeitura a pedido do MP.
Este blog já havia denunciado a forma como este governo discrimina as outras religiões ao propagar apenas uma.

Senador José Nery pelo segundo ano consecutivo um dos mais influentes do congresso

SENADOR JOSÉ NERY É O UNICO SENADOR DO PARÁ A SER INDICADO PELO DIAP.


Critério de classificaçãoPara a classificação e definição dos nomes que lideram o processo legislativo, o DIAP adotou critérios qualitativos e quantitativos que incluem aspectos posicionais (institucionais), reputacionais e decisionais.
Entendemos como critério institucional, o vínculo formal ou o posto hierárquico ocupado na estrutura de uma organização; o reputacional, a percepção e juízo que outras pessoas têm ou fazem sobre determinado ator político; e o decisional, a capacidade de liderar e influenciar escolhas.
Além destes métodos, geralmente aceitos pelos cientistas políticos, o DIAP vem buscando a aplicação da abordagem da não-decisão, caracterizada por ações de bastidores destinadas a ocultar ou criar barreiras ou obstáculos à exposição do conflito, evitando que matérias com potencial explosivo ou ameaçador sejam incluídas na agenda política.
A não regulamentação do sistema financeiro é um exemplo típico, como bem demonstrou o cientista político Pedro Robson Neiva, em sua dissertação de mestrado na UnB. Este, embora menos visível que os outros métodos, envolve a manipulação de regras, procedimentos, instituições, mitos, valores etc.
Exerce influência, por exemplo, alguém que consegue evitar que o processo de coleta de assinaturas para a instalação de uma CPI seja concluído ou mesmo iniciado ou, ainda, aquele cuja simples não-manifestação sobre um determinado assunto possa ser decisiva para que este sequer seja aventado.
Com base nos critérios acima, a equipe do DIAP fez entrevistas com deputados e senadores, assessores das duas Casas do Congresso, jornalistas, cientistas e analistas políticos, e promoveu, em relação a cada parlamentar, exame cuidadoso das atividades profissionais, dos vínculos com empresas ou organizações econômicas ou de classe, da formação e vida acadêmica, além de levantamentos minuciosos de pronunciamentos, apresentação de proposições, resultados de votações, intervenções nos debates do Legislativo, freqüência com que é citado na imprensa, temas preferenciais, cargos públicos exercidos dentro e fora do Congresso, relatorias de matérias relevantes, forças ou grupos políticos de que faça parte, além do exame minucioso dos perfis políticos e ideológicos de cada parlamentar.

Nery é contra restrição aos partidos na Reforma Eleitoral

O senador José Nery (PSOL) é contra a emenda n° 39, apresentada ao texto da Reforma Eleitoral, que introduz na legislação uma absurda restrição ao livre exercício partidário. Pela proposta, os veículos de comunicação ficam 'facultados' a convidar candidatos a cargos majoritários ou proporcionais que façam parte de partidos que possuam menos que 10 deputados federais. Devido a pressão, a proposta não foi votada ontem, 09, mas deve ser votada nesta quinta-feira, 10. O parlamentar estava inscrito para protestar contra a emenda mas não conseguiu falar porque a sessão foi encerrada às 22h30.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

10 DE SETEMBRO: 2 ANOS



10 de setembro – a perda da mãe!


A perda da mãe: quem sabe vivenciá-la? Como aceitar mortal e falível aquela pessoa grande, capaz de conseguir o universo, logo ela, a protetora, mensageira da paz e dos caminhos pelos quais começamos andar primeiro? A perda da mãe é a retirada da rede protetora no momento do pulo, é a retirada da manta que a protege do frio!. E há que perca mais dura? É o roubo feito no exato momento em que estávamos a descobrir o melhor do mundo.

A perda da mãe é a entrada no lugar-comum, é começar a ser igual a todos os que a sofrem, a ter os mesmos medos, as mesmas frases. É voltar a se emocionar com o que se desprezava: datas, pequenas lembranças, objetos, palavras e até com as manias dela que nos irritavam. A perda da mãe é o começo do balanço da própria vida.


(apud)

Três ministros votam contra a extradição de Battisti


Até as 19h30 desta quarta-feira (9), três ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votaram contra a extradição do ex-ativista político Cesare Battisti, em julgamento desde a manhã de hoje. Por enquanto, o placar é 3 a 1 a favor do acusado de quatro homicídios na Itália.
Eros Grau, Joaquim Barbosa e Cármen Lúcia negaram seguimento ao mandado de segurança e ao pedido de extradição do governo da Itália. Para a defesa, as acusações falam de crimes políticos, o que impede a extradição de Battisti.
Mais informações na página do mandato do senador José Nery

Câmara aprova Estatuto da Igualdade Racial


Por exigência do DEM, texto votado pela comissão especial excluiu referência específica a quilombolas. Também deixou de fora a regra que previa oportunidades iguais para negros nas áreas de publicidade, televisão e cinema.


A comissão especial criada para analisar o projeto de lei do Estatuto da Igualdade Racial (PL 6264/05) aprovou nesta quarta-feira (9) o substitutivo do relator da matéria, deputado Antônio Roberto (PV-MG). Após acordo, deputados do DEM (mesmo partido da senadora Kátia Abreu, da ex-vice governadora Valéria Vic Pires Franco, e do vereador Ronaldo da 33)– que prometiam obstruir a votação caso as mudanças reivindicadas pelo partido não fosse atendidas – concordaram com a aprovação da matéria. A proposta segue para o Senado.
O texto aprovado traz diversas modificações feitas pelo relator em acordo com as reivindicações do DEM. Entre elas, está a retirada do inciso com a definição de remanescentes quilombolas. A estratégia foi suprimir o conceito para manter uma definição “genérica” de remanescente prevista na Constituição, no intuito de dificultar a titulação de terras para esses povos.
“No relatório foi suprimida a essência de muitas coisas que nossa raça conquistou. Este estatuto está desidratado. Mesmo assim, é melhor 30% de alguma coisa do que 100% de nada”, protestou o deputado Damião Feliciano (PDT-PB), que lamentou a retirada do texto das cotas para negros no ensino público.
O relator retirou do texto também a expressão “iguais” no artigo que define oportunidades de emprego para negros em publicidades, programas de TV e cinema. O deputado Antônio Roberto reescreveu a redação do artigo para evitar que um novo embargo da bancada do DEM. Também foi retirado do texto, os artigos sobre tratamento diferenciado em licitações para empresas com negros no quadro se funcionários.

http://congressoemfoco.ig.com.br/noticia.asp?cod_canal=1&cod_publicacao=29663

Não é Bacana SER BARBALHO!

Essa vai para os critícos que defendem, Sarney e o governo do PT.

Veja que não é "bacana" ser barbalhista aqui no Pará, mas a imprensa marron tentou melar a biografia do Senador José Nery. Recentemente indicado como um dos 100 parlamentares mais influentes no congresso nacional. Linha de frente no combate a corrupção.
IMORAL É TER CASA E RECEBER O AUXÍLIO, COMO A MAIORIA FAZ. VEJA MATÉRIA NO LINK ABAIXO. O SENADOR NUNCA DISSE QUE DEIXOU DE RECEBER, JUSTAMENTE PORQUÊ NÃO TEM CASA EM BRASILIA.
leia aqui

Nery no DIAP

O senador José Nery (PSOL/PA) é único senador paraense entre “cabeças” do Congresso Nacional pelo segundo ano consecutivo. O levantamento é feito todos os anos pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) e foi divulgado na última sexta-feira, 04. Para dar destaque a parlamentares de todo o Brasil, o Departamento leva em conta o protagonismo no processo legislativo, capacidade de conduzir debates, negociações, votações e eficiência na leitura da realidade. No levantamento, José Nery aparece entre as referências do legislativo na defesa do meio ambiente.

Ferrovia Norte Sul consolida agronegócio no Tocantins

A implantação do sistema de transporte provoca grandes mudanças culturais, socioeconômicas e a própria (re) configuração do espaço. No Brasil os meios de transportes foram instalados para iniciar a integração do território nacional e mais tarde para atender as demandas da exportação do café, uma infraestrutura para atender as elites do país na busca de dominar o espaço e realizar a integração econômica. Dentro dessa lógica temos a construção da Ferrovia Norte-Sul que tem como objetivo consolidar o crescimento através da ocupação social e econômica do cerrado e incentivar o agronegócio.
A Fundação Lauro Campos contribui pra o debate

Trabalho escravo é flagrado em obra do PAC

Fiscais do Grupo Móvel de Combate ao Trabalho Escravo resgatam 98 trabalhadores em construção de usina no interior de Goiás. Em instalações sem cama nem banheiro, funcionários trabalhavam em troca de comida, acumulavam dívidas e não recebiam salários

A partir de uma denúncia, a ação de procuradores e de auditores do Ministério do Trabalho numa usina hidrelétrica começou no início da semana passada e somente foi concluída na madrugada de anteontem, quando os trabalhadores foram indenizados e puderam retornar às suas casas. A construção da usina Salto do Rio Verdinho é de responsabilidade da Votorantim Energia, braço do Grupo Votorantim, e tem o apoio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), que no final do ano passado injetou cerca de R$ 250 milhões na sua implantação. Planalto e PT apostam no PAC como uma vitrine da candidatura petista para a sucessão de Lula no ano que vem.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Impressionando!

A Policia Militar do Governo do PT impressionou ontem durante desfile militar.

A apresentação de várias viaturas e do novo uniforme da policia foi uma forma de impressionar a população de Marabá, que ontem assistiu o desfile de 7 de setembro na Av Antonio Maia. As pessoas reagiam com criticas a politica de segurança do Governo petista, que propagandeia carros e uniformes, mais em nada tem melhorado a seguraça dos cidadãos.

O fim não justifica os meios

Texto de Fidel Castro analisando a politica internacionalista dos EUA
As notícias diretas procedentes dos Estados Unidos às vezes causam indignação e, outras, repugnância. Com certeza, nos últimos tempos, muitas delas se referiam aos problemas associados à grave crise econômica internacional e a suas consequências no seio do império. Não são, certamente, as únicas referentes a esse poderoso país. Qualquer página do grosso volume de notícias procedentes de um continente, região ou país do mundo, geralmente tem a ver com a política dos Estados Unidos. Não existe ponto do planeta onde não se experimente a avassaladora presença do império.Como é lógico, durante quase dez anos, as notícias sobre suas guerras brutais ocuparam espaços importantes da imprensa e mais ainda quando havia uma eleição presidencial.Contudo, ninguém imaginou que, em meio ao drama das guerras de conquista, apareceram as notícias sobre cárceres secretos e centros de tortura, um vergonhoso e bem guardado segredo do governo dos Estados Unidos. O autor da grotesca política que conduziu a esse ponto usurpou a presidência dos Estados Unidos nas eleições de novembro de 2000, mediante a fraude eleitoral no estado sulista da Flórida, onde se decidiu a contenda. Depois de usurpar o poder, W. Bush não só arrastou o país a uma política de guerra, mas também não assinou o Protocolo de Kyoto, negando ao mundo durante dez anos, na luta pelo meio ambiente, o apoio da nação que consome 25% do combustível fóssil, o que pode ocasionar à espécie humana um dano irreparável.

CPI da Pedofilia do Senado virá novamente ao Pará

Um grupo da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI da Pedofilia) do Senado realizará, entre os dias 10 e 12 de setembro, depoimentos no Pará com dez pessoas acusadas de abuso sexual contra crianças e adolescentes nos municípios de Curralinho, Altamira e Itaituba. Também serão ouvidas oito testemunhas. Os casos foram repassados pelo Conselho Estadual da Criança e do Adolescente do Pará e pela Comissão de Justiça e Paz da CNBB. Os integrantes da Comissão também passarão por Belém onde farão visitas ao Tribunal de Justiça do Estado (TJE), ao Pró-Paz e à Santa Casa de Misericórdia. Ainda não se sabe o presidente da CPI, Magno Malta (PR/ES) vai ou quais senadores farão parte da diligência. O único nome confirmado é o de José Nery (PSOL/PA), integrante da Comissão e autor dos requerimentos aprovados na CPI que pedem a ida ao Estado.

De acordo com Nery, alguns casos já estão sendo investigados pela Polícia Civil. “O nosso objetivo é aprofundar a investigação para constatar a culpabilidade dos acusados e formalizar as denúncias junto ao Ministério Público”. Para ele, a CPI contribui para incentivar o combate à impunidade, pois a conjunto geral desses crimes é complexo e envolvem relações familiares. O parlamentar lembra que esses delitos também estão ligados à miséria, principalmente no Arquipélago do Marajó. “Vamos pleitear que os governos Federal e Estadual ponham em execução o Plano de Desenvolvimento Sustentável do Marajó que foi discutido e aprovado e precisa sair do papel”. Para ele, o plano é um instrumento importante para ampliar políticas públicas de educação, geração de renda e lazer que impeçam que os pais deixem seus filhos seguirem o caminho da prostituição.

Vale explora trabalhadores no Canadá

A atuação da Vale no Canadá é emblemática. Sugere que a interpretação da inserção do Brasil na economia mundial precisa ser repensada. Representa uma sucessão de medidas tomadas há muito tempo, por governos das mais distintas origens partidárias, que em certa medida reproduzem um modelo conservador de internacionalização da produção. É um arquétipo segundo o qual as empresas se instalam, mas as regras e o controle permanecem no país de origem.

José Nery é um dos “cabeças” do Congresso Nacional


O senador José Nery (PSOL/PA) é único senador paraense entre “cabeças” do Congresso Nacional pelo segundo ano consecutivo. O levantamento é feito todos os anos pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) e foi divulgado na última sexta-feira, 04. Para dar destaque a parlamentares de todo o Brasil, o Departamento leva em conta o protagonismo no processo legislativo, capacidade de conduzir debates, negociações, votações e eficiência na leitura da realidade. No levantamento, José Nery aparece entre as referências do legislativo na defesa do meio ambiente. O parlamentar tem se destacado também na defesa dos direitos humanos – é integrante da CPI da Pedofilia do Senado e presidente da Subcomissão de Combate ao Trabalho Escravo. Recentemente teve destaque na crise do Senado ao pedir o afastamento do presidente da Casa, José Sarney.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Documentos retirados do Pará

Estamos vivendo uma situação inusitada e estarrecedora:

a) o Ministério da Justiça (Ministério Público Federal) determinou às nossas universidades que "criem, organizem e implantem imediatamente" cursos de formação intercultural de professores para atender as escolas e populações indígenas;
b) o mesmo Ministério da Justiça ( leia-se Fundação Nacional do Índio - Brasília) manda encaixotar e retirar do Pará toda a documentação relativa aos povos indígenas.
c) o MEC/SECAD e CAPES lançam várias editais de fomento, às IES com cursos Stricto Sensu, para a realização de estudos e pesquisas sobre populações indígenas.
d) São documentos originais dos quais NÃO HÁ CÓPIA.
Então, considerando-se que:
- são documentos originais, contendo parte da história do Pará, da Amazônia e do Brasil;
- contem informações sobre as populações indígenas desde o início do Séc. XX;
- importante fonte de consulta no momento em que vamos nos empenhar em atender aos desafios propostos pelos nossos Ministérios da Justiça e da Educação;
- são documentos importantíssimos que devem permanecer no Pará para subsidiar a formulação de propostas e cursos;
- devem converter-se em acervo de qualquer uma das nossas IES públicas, as quais têm plena condição de recuperá-los, preservá-los e disponibilizar ao público versões digitalizadas.
Precisamos de uma mobilização exemplar mostrando nossa surpresa e indignação por semelhante determinação, especialmente quando discutimos as populações estão sobre as terras que sofrerão os impactos pelas grandes obras.

Grito dos Excluídos

Nascido das Semanas Sociais Brasileiras, organizadas pelos setores pastorais da CNBB, contando com a participação de inúmeros movimentos sociais, o Grito dos Excluídos vai se tornando uma realidade nacional e sul-americana. De início, restringiu-se à cidade de Aparecida, no estado de São Paulo, em conjunto com a Romaria dos Trabalhadores, e mais algumas cidades espalhadas pelo Brasil. Já no ano seguinte, o Grito se espalhou e hoje se realiza na maioria das cidades grandes e médias do país. Seus temas são sempre os que estão relacionados com a população mais marginalizada, daqueles que não conseguem ser ouvidos pelos poderosos que governam a nação. São os gritos dos sem terra, dos sem moradia, dos moradores de rua, dos menores abandonados, dos sem trabalho, dos sem serviços de saúde e educação públicas, dos discriminados por serem negros ou mulheres.
Em Marabá as atividades do grito vão acontecer no dia 5/09 na praça da Liberdade e na segunda (07/09) na velha marabá.

Cabanagem no mundo virtual

Cabanagem: a principal revolta popular do país agora é game

A Cabanagem (1835-1840) agora é game. A iniciativa é do Laboratório de Realidade Virtual (LaRV) da Universidade Federal do Pará (UFPA).
A revolta popular considerada a mais importante do país teve nos índios, negros e mestiços a seiva.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Eleição 2010: Ela deveria ser vice de Sarney!


Quem é a Vale?

Empresa que não paga ICMS e destrói a Amazônia.

veja aqui

E o governo vai gastar bilhões para satisfazer seus executivos.

DESTERRITORIALIZAÇÃO

Cerca de 38 famílias assentadas no complexo Belo Vale deverão ser desterritorializadas de seus lotes.
O governo do PT que vai desembolsar milhões de reais para "indenizar" proprietários de vários lotes, chacáras e fazendas, também vai atingir a agricultura familiar. Pelo menos 38 familias serão expulsas de seus lotes e abandonaram o seu modo de vida, em detrimento ao empreendimento que a Vale vai construir em Marabá.

Governo do PT bate nos trabalhadores!

Trabalhadores apanharam da policia de Ana Julia (PT) hoje em Belém.

Os protestos dos trabalhadores da construção civil tiveram como consequências vários feridos, espancamentos e enfrentamento com o aparelho repressor do governo do PT. >> Veja fotos do confronto em nossa galeria de imagens

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Na marra!!!

Proprietários da área onde deve ser desapropriada para construção da Siderurgica da Vale, estão denunciando a truculência do Governo do Estado. Essa semana usaram até a policia para escoltar a equipe de sendagem nas terras que ainda não foram pagas pelo governo. Uma das pessoas que possui chacára na área se sentiu constrangida pela situação, por não caber tal atitude do governo em usar policiamento.
Por outro lado, cabe refletir que as desaproriações serão feitas com recursos públicos para beneficiar uma empresa privada, no caso a Vale.

Vila Capistrano de Abreu: Azulada!!!

O Jornal Oficial do município divulga na edição de hoje uma página inteira de noticias do governo na Vila Capistrano de Abreu. Em ritimo de pré-campanha 2010 deputados já aparecem ao lado do alcaíde.

PA 150 I

As pontes do trecho Marabá a Eldorado começaram ser restauradas, mas a empresa responsável trabalha a passo de tartaruga. Quando inverno chegar no ritimo que estar não vão ter conseguido concluído uma.

PA 150 II

Os buracos do trecho Distrito Rio Vermelho a Xinguara estar sendo tapados com BARRO! Isso mesmo Barro! O governo do Pará através de sua empleiteira tapa buraco com barro, é só andar por lá e conferir.