terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Em 2010 nas ruas e no campo !!

A pátria desencantada (por Charles Trocate)




Dama da pátria


Transgredir a ordem é um bem comum

Que o querer vale um não a farsa perversa

Mesmo que ela desdita

O nosso atual momento de alerta


Crescerá a força que rogo invicta

A substância precisa

A hora dos parcos embevecidos

Pois cantará forte - vos o amor

Que a tal prisão não ressoe dor


Que a luta não conceda o recuo

Que o brilho restabeleça o humano

Inadiável a flor e arma eleita

Cactos de luz e lucidez

Que tudo floresça e seja terra livre

Pátria de vez!


Charles Trocate, é poeta e militante social. Dirigente do MST. Autor de Poemas da Barricada (2002).

2 comentários:

Toto disse...

Seja bem vindo Charles!!

Anastácia disse...

Todo apoio a Charles Trocate e todo repudiu ao governo Ana Julia e sua policia!!