sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

E os Interesses Políticos do Pará?

Publico aqui parte de artigo do ex-reitor da UFPA Professor Alex Fiuza, o qual quando eu era acadêmico e coordenador do DA, combati com bastante veemência, seu mandato teve forte oposição deste poster, mas reconheço que sua posição com relação ao estrago que os politiqueiros estão rentando fazer com a tal separação é digno de ser refletido.

------------------------------------------------

A 'arte" dos oportunistas

Será a hora da verdade e o teste histórico definitivo para essa geração de políticos paraenses: ou resgatarão à memória futura o mínimo de dignidade que lhes resta, honrando os votos da representação popular (lutando pela unidade do estado), ou passarão à história como "vendilhões" do maior patrimônio público dos paraenses: o tamanho de sua população e de suas riquezas naturais.

Dividir o estado agora é uma ilusão de que será o povo do sul do Pará a lucrar com a medida. Não é verdade. Restarão dois estados fracos, sem condições econômicas e políticas de se afirmarem perante a Federação e perante os interesses das grandes empresas, em nome do interesse público maior.

Teremos, de um lado, mais um governador, mais alguns senadores e deputados (o que entusiasma alguns poucos) e, de outro, o aumento da miséria. (aqui)http://quintaemenda.blogspot.com/2009/12/e-os-interesses-politicos-do-povo-do.html#links

2 comentários:

Coelho disse...

Parabéns Ribamar!

isso demostra maturidade e compreensão de que é importante ter forte reflexão sobre essa presepada de aventureiros que só querem se dar bem.

NÃO AO ESTADO DE CARAJÁS!!!!

Antonio Coelho

Feliz disse...

Não tenho duvida que a divisão so serve aos interesses de pessoa sque vão investir e explrar mais ainda o povo. Nãoé atoa que o senador do ato Grosso Valter Pereira vibrou com a proposta, inclusive dizendo que o tamanho do estado é um entraver ao desenvolvimento.

Danie Dantas e cia não investiram ato nas santa barbára.