quinta-feira, 19 de novembro de 2009

UFPA manifestou!

Professores do Campus de Marabá emitiram nota semana passada manifestando afavor das lutas e contra o latifúndio.
O Núcleo de Educação do Campo da Universidade Federal do Pará – Campus de Marabá tem desenvolvido parcerias estratégicas de formação com o MST, a FETAGRI, a Via Campesina e outros movimentos, no sentido de construir a autonomia dos sujeitos participantes através da formação de um senso crítico acerca das contradições envolvidas no processo de desenvolvimento pensado para a Amazônia.
Por isso, o Núcleo de Educação do Campo da Universidade Federal do Pará – Campus de Marabá apóia o MST e reforça a necessidade de a abertura de negociação com o INCRA, o MDA e o ITERPA e se coloca completamente contra as prisões recentemente decretadas, pois acredita que a defesa da FUNÇÃO SOCIAL DA PROPRIEDADE é algo que a Constituição prevê e deve garantir.
Justiça social no campo só com REFORMA AGRÁRIA
.

Nenhum comentário: