quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Pão e Circo

“panem et circenses”

Governo do Azulino promete para amanhã grande "festa" para o dia dos professores. Pensando bem, é aquela velha história da política do pão e circo (panem et circenses) criada pelos romanos, ela previa provimento de comida e diversão em detrimento da liberdade, com o objetivo de diminuir ou acabar com os conflitos.

6 comentários:

Anônimo disse...

Prezado Riba

Tenho feito algumas reflexões sobre a atuação de ste governo, e o que tenho como conclusão! È um governo com a cara do PT, em todos os niveis: Falta de seriedade, promet ee não cumpre, paga mal os servidores e ainda poosa com a cara dce santo.
Valei me nossa senhora dos arrebentes................................

Anônimo disse...

Querido Riba,

O paralelo feito é bem oportuno.Agora, é lamentável que, muitas das cebeças "pensantes" desta categoria pefiram se deixar levar, se iludir por uma articulação política "pós-moderna" como esta.
Abraços,

Anônimo disse...

Querido Riba,

O paralelo feito é bem oportuno.Agora, é lamentável que, muitas das cebeças "pensantes" desta categoria pefiram se deixar levar, se iludir por uma articulação política "pós-moderna" como esta.
Abraços,

Anônimo disse...

Querido Riba,

O paralelo feito é bem oportuno.Agora, é lamentável que, muitas das cebeças "pensantes" desta categoria pefiram se deixar levar, se iludir por uma articulação política "pós-moderna" como esta.
Abraços,

Prof Vinicius disse...

È moço o povo gostsa mesmo é de circo!! Neste momento na AABB milhares de professores se deleitam com um suculento churrasco pago pela prefeitura.
Maurino esteve pessoalemnte par acumprimentá-los e dizer "viva o nossso circo"!!

Enquanto isso um outro grupo, ou grupinho de professore sprotestava em frente a prefeitura.

Uns atrás de salários eoutros atrás de festa. Santa paciência.

Anônimo disse...

No Dia dos Professores, 15 de outubro, José Nery alertou para a perda de R$ 305 milhões para investimentos em educação pública no Pará por causa crise mundial. O senador, que atuou com educador popular, considera que muitos discursos de campanha sobre políticas nessa área precisam se tornar ações concretas. Segundo ele, por conta da crise, a arrecadação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação (Fundeb) caiu 13,8% no Estado.