quarta-feira, 27 de maio de 2009

E o Fome Zero?

MDS recebe propostas de Municípios interessados em implantar Restaurantes Populares

As Prefeituras municipais interessadas em implantar Restaurantes Populares , tiveram até o dia 25 deste mês para apresentar propostas ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) pleiteando recursos para o programa. Neste ano, o MDS investe R$ 16,8 milhões para apoio à modernização ou instalação de novas unidades em todo o País.

A liberação dos recursos será feita por meio do edital nº 4/2009 SESAN/MDS e puderam participar Municípios acima de 100 mil habitantes. Serão liberados até R$ 1,4 milhão para a implantação da unidade ou até R$ 500 mil para modernização de restaurante já em funcionamento. Os recursos serão para a construção, reforma e adaptação de instalações prediais, além da aquisição de equipamentos permanentes, móveis e utensílios novos. A manutenção e gestão serão de responsabilidades das Prefeituras.

Os Restaurantes Populares, devem garantir alimentação saudável e de baixo custo à população, têm o objetivo de funcionar como pólos geradores de emprego e renda, pois priorizam a compra de gêneros alimentícios produzidos na própria região, com entrega direta no local, como forma de reduzir gastos e garantir a qualidade e geração de renda aos agricultores locais.

O público beneficiário dos restaurantes é formado por trabalhadores formais e informais de baixa renda, desempregados, estudantes, aposentados, moradores de rua e famílias em situação de risco de insegurança alimentar e nutricional. Em todo o País, existem 68 Restaurantes Populares em funcionamento, beneficiando 109 mil pessoas.

Em Marabá não tivemos ainda a informação de que o governo do prefito MAUindo Magalhães (PR), se increveu neste programa. Uma das promessas de campanha do atual prefeito seria a implantação de um Restaurantes aos moldes destes que o governo federal estar liberando recursos.

Fonte: MDS - Título e adaptação: Contraponto & Reflexão

Nenhum comentário: