segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Direito de ir e vir

Comandante do CPR II em entrevista ao jornal Correio do Tocantins da edição de quinta feira (08/01), disse o que pensa sobre a criminalidade em Marabá. Uma das propostas seria uma ação pra tentar evitar a entrada de "desocupados" na cidade. Por exemplo, o coronel citou categoricamente uma presença do poder público na estação ferroviária durante o desembaque de pessoas que vem do estado vizinho.

E você o que pensa sobre isso???

2 comentários:

FLORISVALDO disse...

REPROVO!!!
ISSO É INCOPETENCIA DE QUEM NÃO TEM PLANO DE SEGURANÇA.

Zé Dudu disse...

Eu aprovo em parte!
Tal atitude poderia ser usada no sentido de cobrar do viajante que deseja se instalar no município, a documentação de identificação pessoal necessária. Isso evitaria o acesso a marginais foragidos de outros Estados, na maioria das vezes, sem nenhum documento ou com documentação falsa.
Claro, sou contra coibir de qualquer cidadão o direito de ir e vir.