segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Nosso Campus tem história!!

A UFPA e o Campus Universitário de Marabá têm acompanhado o crescimento vivenciado pela universidade brasileira nos últimos anos, resultante das lutas por uma universidade pública e socialmente referenciada. Assim como em outros lugares do país, em Marabá esse crescimento apareceu na forma de ampliação do número de técnicos administrativos e professores, além de sua infra-estrutura física e criação de novos cursos e mais vagas para estudantes. Esse processo deve continuar, já estando asseguradas a criação de novos cursos em 2009, a ampliação do quadro de pessoal e a construção de mais infra-estrutura.
Não apenas a Universidade, mas o Sul e Sudeste do Pará está mudando. Sua dinâmica sócio-econômica-ambiental vem sofrendo alterações trazem muitas demandas de ensino-pesquisa-extensão.
Esse novo quadro coloca para a Universidade Federal no Sul e Sudeste do Pará grandes desafios!
A continuidade, direção e qualidade desse crescimento, assim como sua implementação, dependem, sobretudo, da participação ativa do conjunto de estudantes, técnicos administrativos e professores. Por isso o Campus precisa de uma Coordenação que articule estratégias de participação democrática e direta da comunidade acadêmica e dos parceiros da sociedade regional nas ações implementadas pela UFPA no sul e sudeste do Pará.
O Campus de Marabá está mudando, diversificando suas áreas de atuação e ampliando sua capacidade de ensino-pesquisa-extensão. A coordenação do Campus também precisa mudar, renovar-se!
É preciso uma transformação em sua forma de gestão e administração, trazendo novas formas de pensar e de fazer!
Por isso a chapa UFPA EM TRANSFORMAÇÃO, composta pela Profa. Hildete Pereira dos Anjos e pelo Prof. Fernando Michelotti, propõem um projeto de gestão para o Campus que visa colocar a Universidade à altura dos desafios que hoje se apresentam para o desenvolvimento da região, na construção de uma sociedade mais justa, igualitária, economicamente viável e ecologicamente sustentável.

Nenhum comentário: