terça-feira, 2 de dezembro de 2008

MARGARIDA



São jardins em flor, aqueles cujos os sorrisos se abrem, é encantador a primavera nos rostos!
Cuja face de pele corada, e olhos apertados, expressivos... Dentes serrados à mostra, gestos soltos, e palavras ditas em voz alta... Bebidas devéras, e histórias muitas!
Sejam contos do inesperado, o inventado, o dia-a-dia, notícias, idéias e até absurdos! Tudo é permitido, no rosto florido daquela noite!
Ficarão pra sempre perfumadas na memória, as flores que desabrocham nesses pequenos, mas tão fortes e importantes momentos!
Germinando sementes de solidão, saudade, e vínculos de afeto que ficarão ali, selados naquela mesa, naqueles corpos, naqueles rostos!
A primavera que nasce ao iluminar de um "sol riso", a fotossíntese mais bela, do verde esperançoso de ainda poder ser feliz, apesar...

Nota do Poster:
Recebi e-mail parabenizando pelo blog com o seguinte poema publicado acima.

Nota do Poster 2:
O bom não é ficar aqui me justificando, mas o poema ai é lindo e foi enviado por um amigo, ao parabenizar o Blogg.
Portanto, apesar de conhecer as margaridas elas na síntese representadas pela bela imagem.

Nenhum comentário: