sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Estudante ganha indenização da Caixa por passar mais de duas horas em fila

Uma decisão do Juizado Especial Federal em Goiás abre um precedente importante para clientes de bancos em todo o país. A Caixa Econômica Federal teve que pagar uma indenização de R$ 3,1 mil a uma estudante de Goiânia que ficou mais de duas horas na fila para ser atendida.

Ela entrou com uma ação na Justiça e conseguiu ser indenizada por danos morais com base na lei específica que protege clientes de bancos. O prazo estipulado é de 20 minutos para o atendimento.

A estudante Danielle, que pediu para não ter o restante do seu nome divulgado, relatou que o inconveniente aconteceu em setembro de 2005, quando procurou uma agência da Caixa Econôm ica Federal, localizada na região central de Goiânia, para entrar com pedido de saque de FGTS. Chegou pouco antes das 14h e só deixou a agência após o fechamento, às 17h.
A 7ª Câmara Cível do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) condenou o município de Nova Iguaçu a pagar quase R$ 30 mil de indenização a um aposentado que caiu em um buraco enquanto andava de bicicleta. Em 2002, Nelson Souza, de 79 anos, caiu no buraco, que não tinha qualquer sinalização, na rua Mario Pinoti. Ele receberá indenização de R$ 29.750, atualizada e acrescida de juros, por danos morais.

Sebastião Montalvão
Especial para o UOL

Nenhum comentário: