terça-feira, 14 de outubro de 2008

Carvoaria de Jequitinhonha é flagrada com trabalho degradante

Empregados da Fazenda Jampruca bebiam da mesma água dos bois, não tinham carteira assinada e não recebiam regularmente. Outros 20 foram encontrados em situação irregular em fazenda no município de Joaíma (MG)

Após denúncias da Polícia Militar de Meio Ambiente, a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Minas Gerais (SRTE/MG) encontrou nove trabalhadores em situação degradante, além de outros 20 em situação irregular. Os funcionários trabalhavam em duas fazendas produtoras de carvão vegetal, no Vale do Jequitinhonha. A polícia flagrou a situação dos trabalhadores durante fiscalização para inspecionar o desmatamento nas duas fazendas e acionou o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).
Os fiscais iniciaram a ação no dia 16 de setembro e a primeira fazenda vistoriada foi a Jampruca, a 75 km do centro de Jequitinhonha (MG). "Quando chegamos no local, estavam apenas nove trabalhadores. Segundo relatos dos empregados, outros seis tinham ido embora por descontentamento antes da fiscalização", relata Flávio Pena, auditor fiscal da Agência Regional do Trabalho e Emprego em Manhuaçu (MG) e coordenador da operação fiscal.

DIA 17/10 DIA "D" DE COLETA DA ASSINATURA PARA O ABAIXO ASSINADO QUE PEDE A APROVAÇÃO DA PEC 438

Nenhum comentário: