quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

A PARTICIPAÇÃO COMO CONTROLE SOCIAL

A participação é um instrumento de controle do Estado pela sociedade, portanto, de controle social e politico: possibilidade de os cidadãos definirem critérios e parâmetros para orientar a ação pública. Ese entendimento opôe-se ao que verifica na perspectiva do governo de Tião Miranda, a chamada logica QUE FAZ, IMPORTANTE NÃO É REUNIR O POVO E SIM FAZER, essa lógic apode até agradar as pessoas , mas tiram do povo um direito. O direito d eparticipar das tomadas de decisões, para garantir a soberania popular e a efetiva construção do pofer popular.

Em 2008 precisamos mudar essa história, dar um basta na centralização do poder e democratizar todos os espaços píblicos e criar mecanismos de participação popular.

Nenhum comentário: